Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Agosto de 2020 | 15h18 - Actualizado em 07 Agosto de 2020 | 16h31

Huíla coordena projecto-piloto de vacinação no Sul do país

Lubango - A província da Huíla está a coordenar um projecto-piloto de vacinação contra a raiva na Região Sul de Angola, anunciou, nesta sexta-feira, no Lubango, o chefe do departamento dos Serviços de Veterinária, Samo Daniel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Samo Daniel, Chefe dos Serviços de Veterinaria da Huíla

Foto: osvaldo serafim

O projecto enquadra-se no âmbito do Memorando de Entendimento existente entre as Repúblicas de Angola e da Namíbia sobre o controlo, prevenção e erradicação de doenças animais transfronteiriças (TADs), assinado em 2013, entre os ministérios da Agricultura dos dois países, em Windhoek (Namíbia).  

A campanha de vacinação está a ser realizada em simultâneo no sul de Angola (Huíla, Namibe, Cunene e Cuando Cubango) e no norte da Namíbia (regiões de Cunene Norte, Omusati, Oshana, Ohangwena, oeste e este de Cuvango e na região do Zambeze).

Em declarações à Angop, Samo Daniel afirmou ser este o primeiro projecto a abranger a região, na vertente da luta e controlo da raiva em Angola.

O objectivo, avançou, é efectivar a estratégia de prevenção, controlo e eliminação da raiva em humanos, transmitida pelo cão, até 2023 em Angola, assim como reduzir a incidência da raiva em cães e mortes humanas, informar, educar, comunicar e sensibilizar a população sobre a doença.

Pretende-se, com o projecto, aumentar a cobertura de vacinas em animais igual ou superior a 70% nas províncias do sul do país, melhorando o sistema de vigilância epidemiológica e diminuir a circulação do vírus nos animais, bem como os casos e óbitos em humanos causados pela raiva.

Samo Daniel adiantou que a campanha estava inicialmente prevista para Maio do ano em curso, mas por causa da Covid-19 somente no final de Julho do corrente ano começaram a operacionalizar.

A acção conta com fundos do Ministério da Agricultura e Pescas, através do Instituto Nacional de Veterinária, em parceria com a Organização Internacional de Sanidade Animal (OIE), serviços de veterinária da Namíbia e o Instituto Friedrich-Loeffler da Alemanha.

A iniciativa conta com a assistência técnica da OIE, em termos de transparência de tecnologia e na formação pessoal, com 140 mil doses, das quais 60 mil estão na Huíla.

Na região sul, o projecto conta com 369 técnicos e 1.275 pontos de vacinação, tendo a Huíla 209 técnicos, o Namibe (60), o Cunene (47) e o Cuando Cubango (53).

Iniciada a 14 de Julho, na Huíla, durante a campanha foram já vacinados 23.118 animais, dos 50 mil previstos, contemplando uma cobertura vacinal de 46%.

Leia também
  • 07/08/2020 15:10:05

    PIIM contempla asfaltagem de mais de cinco km na Humpata

    Lubango - Cinco quilómetros e 500 metros de estradas da sede do município da Humpata estão a ser asfaltados, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção dos Municípios (PIIM), informou, hoje, sexta-feira, na circunscrição a administradora municipal, Rita Soma Miranda.

  • 07/08/2020 14:46:24

    Aumentam casos de suicídios na Lunda Sul

    Saurimo - Quarenta e um casos de suicídios, por enforcamento, envenenamento e arma de fogo, foram registados durante o primeiro semestre deste ano, na província da Lunda Sul, menos 15, em relação ao igual período anterior.

  • 07/08/2020 13:59:54

    PIIM propicia restabelece ligação entre Cuale e Luquinje

    Calandula - Setenta e cinco quilómetros de estrada que liga a comuna do Cuale ao sector do Luquinje, município de Calandula, começaram a ser terraplanados quinta-feira (6), no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).