Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Julho de 2020 | 12h20 - Actualizado em 10 Julho de 2020 | 12h30

OMA desenvolve acções para emponderamento de mulheres rurais

Caála - Um grupo de 52 mulheres da zona rural do município da Caála, província do Huambo, participa de um acção formativa, esta sexta-feira, com vista o domínio de técnicas de fabrico do sabão artesanal, numa iniciativa da Organização da Mulher Angolana (OMA).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Com esta iniciativa, a organização feminina do MPLA, partido no poder em Angola, pretende estimular a criatividade nas mulheres rurais, com a reinvenção de uma nova estratégia de desenvolvimento económico-social, sobretudo nesta fase em que a higienização corporal reputa-se indispensável para prevenção e combate à Covid-19.

Daí, de acordo com a secretária em exercício da OMA no município da Caála, Emília Nunes Catarino Carlos, existe a necessidade do aproveitamento inteligente dos recursos locais disponíveis nas comunidades, bem como aumentar o espírito criativo voltado ao empreendedorismo.

A dirigente acrescentou que a organização quer, também, aumentar os níveis de produção artesanal, com recurso a frituras alimentares para distribuir nas comunidades rurais, no âmbito das medidas de prevenção e combate à covid-19, além de facilitar a aquisição dos produtos essenciais de biossegurança.

Entretanto, a produção consiste numa composição a base da soda cáustica, óleo de cozinha que pode ser de primeiro uso ou reciclado, água em estado morno e a aplicação de limão para definir um aroma desejado.

Além deste produto, as 52 mulheres apreenderam a produzir etiquetas respiratórias (máscaras), com objectivo de criar uma base económica sustentável nesta franja da sociedade.

Emília Nunes Catarino Carlos referiu que a iniciativa deverá beneficiar o máximo número de mulheres da zona rural, para despertá-las o espírito empreender, de modo a contribuírem para a redução da pobreza.

Em Junho último, a Organização da Mulher Angolana instruiu, neste dois domínios, cerca de 203 mulheres das comunas da Catata, Cuima e da sede municipal da Caála, esta última localizada a 23 quilómetros da cidade do Huambo.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 10/07/2020 11:43:40

    Calenga volta a beneficiar de energia eléctrica sete anos depois

    Caála - A vila comunal da Calenga, município da Caála (Huambo) beneficiou, esta semana, de três grupos geradores, que perfazem uma potência eléctrica de 71 Kva, para o fornecimento público e domiciliar, quase sete anos depois da avaria dos anteriores.

  • 09/07/2020 16:58:03

    Principal conservatória do Huambo inoperante há três semanas

    Huambo - A principal conservatória de primeira classe da província do Huambo encontra-se inoperante, há mais de três semanas, por falta de capacidade de armazenamento de dados dos utentes, informou hoje, quinta-feira, o delegado local da Justiça e dos Direitos Humanos.

  • 09/07/2020 16:20:00

    Iniciam ensaios do sistema eléctrico na centralidade da Caála

    Caála - Os ensaios do sistema de fornecimento de energia eléctrica à centralidade da Caála, província do Huambo, a partir da subestação do Belém, na linha de Laúca (Malange), iniciaram em finais de Junho passado, com vista a evitar falhas por altura da conclusão do projecto habitacional, em Setembro próximo.