Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Março de 2020 | 07h33 - Actualizado em 14 Março de 2020 | 07h52

Resenha Social: Acordos para formação de docentes marca semana

Luanda - A assinatura de três acordos de cooperação, no domínio da formação de professores para o ensino técnico-profissional, marcou a semana que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os protocolos visam beneficiar com bolsas de estudo 430 estudantes de 11 cursos, nas mais diversas áreas das engenharias, de acordo com o coordenador do projecto Revitalização do Ensino Técnico e da Formação Profissional de Angola (RETFOP), Alexandre Rosa.

Ainda na vertente educativa foi manchete ao longo da semana o anúncio do Ministério da Educação (MED) da distribuição de 35.875.817 manuais do ensino primário, até a presente data, no país.

Para atender às necessidades do sector, o MED produziu, no presente ano lectivo, 37 milhões e 500 mil manuais do ensino primário para o ensino público e privado.

No domínio da saúde, a semana foi marcada com o anuncio da suspensão, temporária,  dos voos da TAAG para o Porto, na sequência das medidas de prevenção contra o novo Coronavírus (Covid - 19), adoptadas pelo Executivo angolano.

A companhia nacional de bandeira junta-se a outras congéneres internacionais,  que face a esta pandemia interromperam as operações para destinos mundiais estratégicos, nos distintos continentes.

Sanitariamente mereceu também destaque noticioso o anúncio da suspensão da entrada de Navios de Cruzeiros em Angola, em virtude da propagação da pandemia do novo coronavírus (Covid - 19) pelo Mundo, desde Dezembro último, causando mais de 4.900 mortos, até ao momento.

A decisão resulta de uma reunião da Comissão Técnica Multisectorial para a Recepção destas embarcações turísticas, sob orientação do secretário de Estado do Turismo, José Alves Primo.

O anúncio do reforço, nos próximos dias, as medidas de prevenção e de vigilância epidemiológica e sanitária nas zonas fronteiriças, devido à expansão do número de casos do coronavírus (COVID-19) no mundo, destacou-se, igualmente, ao longo da semana.

O secretário de Estado para a Área de Saúde Pública, Franco Mufinda, apontou as fronteiras das regiões Norte e Leste como as que mais vão merecer a atenção do Governo, por causa do surgimento do primeiro caso de COVID-19 na República Democrática do Congo (RDC).

Já na vertente do ambiente, a semana ficou marcada com a informação de que o programa de conservação de Tartarugas Marinhas denominado Projecto Kitabanga será revisado, neste ano, pelo Ministério do Ambiente (MINANB), no âmbito do programa de trabalho de 2020.

Para o efeito, se prevê aumentar, com a revisão, mais postos de monitorização das tartarugas, o  reforço das premissas do desenvolvimento sustentável e da própria protecção da espécie, por se tornar prioridade a nível nacional.

Mereceu também destaque noticioso, no decorrer da semana, a informação segundo a qual o ambiente está a realizar uma campanha de captura de elefantes-de-floresta para colocação de coleiras - gps, na província do Cuanza Norte, numa iniciativa do Instituto Nacional de Biodiversidade e Áreas de Conservação (INBAC).

A campanha enquadra-se no âmbito da implementação das actividades do Plano Nacional de Acção para a espécie do Projecto de Conservação e Mitigação de Conflito Homem-Elefante.

A abertura do ciclo formativo 2020 nos centros tutelados pelo Instituto Nacional de Formação Profissional (INEFOP) destacou-se também, esta semana, na midia.

Os centros ministram, em 9, 4 e 3 meses, cursos de informática, electricidade, corte e costura, serralharia civil, canalização carpintaria, agricultura, frio, climatização, mecânica, pedreira decoração, mesa, bar, inglês, gestão e contabilidade, dentre outros

A informação, segundo a qual o Executivo aprovou já 20 planos directores municipais, no âmbito do ordenamento do território, mereceu também destaque noticioso ao longo da semana finda.

A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, afirmou queestão disponíveis, actualmente, 28.904 unidades habitacionais e seis das  15 urbanizações previstas já foram concluídas.

Assuntos Angola  

Leia também