Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Setembro de 2019 | 21h54 - Actualizado em 13 Setembro de 2019 | 21h54

Encontrado elefante morto na aldeia de Caio Cacongo

Cabinda - Um elefante adulto foi encontrado morto na localidade de Caio Cacongo, regedoria de Cumbo Liambo no município de Cacongo, que dista cerca de 60 quilómetros kms a norte de Cabinda, pela comunidade da circunscrição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Elefantes sob ameaça no Parque Nacional Maiombe

Foto: Angop

De acordo com o comandante municipal da polícia nacional no Cacongo, superintendente João Chicuma, qua avançou a informação, esta sexta-feira, à  Angop, o mamífero com sinais de ferimentos numa das pernas traseiras foi encontrado pela população lnuma mata pequena a cerca de 30 metros da residência do coordenador adjunto da aldeia de Caio Cacongo.

A propósito, Razão Simão, chefe de departamento de controlo de endemias da secretaria provincial da saude em Cabinda, avançou que o elefante pode ter caído numa armadillha caseira e que provocou choque um hipovolemico causando a diminuição do volume sanguineo, especificamente do volume de plasma sanguinea.

No entanto, por ainda não ter sido determinado a causa da morte do animal, considerou não ser aconselhável  o consumo desta carne.

"Nestas circunstâncias, o aconselhavel é nao consumir esta carne, esperando pelas analises para determinar se pode ser consumida ou não", referiu

Uma equipa do departamento do ambiente e do Parque Maiombe deslocou-se sexta-feira ao local para apurar as causas que levaram a morte do animal.

Recentemente a ministra do Ambiente de Angola, Paula Francisco, deixou claro,  em Genebra, que o país mantém o elefante africano no Anexo I da Convenção sobre o Comércio Ilegal das Espécies da Fauna e Flora Selvagem em vias de extinção (CITES), contrariando a intenção de alguns países da SADC.

Paula Francisco  reafirmou a posição em não “recuar”, justificando que a protecção dos elefantes constitui uma das principais bandeiras  deste evento e de Angola.

A proposta da transferência do elefante africano do Anexo I para II, que  está a ser discutida em sessão plenária desta conferência, foi apresentada pela Namíbia,  Botswana, Zâmbia, África do Sul e Zimbabwe, que justificam a existência de excesso desta espécie.

“Angola continua firme  em manter-se no Anexo I e propõem-se  a ser o receptor natural da imigração dessa espécie”, reafirmou a governante.

Caio Cacongo é uma aldeia da comuna de Dinge-Cacongo com registos de ser uma zona de passagem de elefantes em pequenas manadas, que por vezes devastam lavras quando se transferem para outras áreas em busca de água e alimento.

O conflito homem e animal é outro motivo que faz com que grandes manadas se movimentam de um habitat para outro em busca de segurança e nos corredores  utilizados cruzam-se com caçadores.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 03/09/2019 22:51:36

    Associação de Moto-Taxis realiza triagem a estrangeiros ilegais

    Cabinda - A associação dos Moto-taxis de Cabinda (AMTC) vai levar a cabo nos próximos dias, uma acção conjunta com alguns órgãos de defesa e segurança, para o combater a proliferação nos serviços de moto-taxi de estrangeiros ilegais, com realce para os cidadãos da RD Congo.

  • 17/08/2019 18:11:56

    Cabinda: Mais de 600 mil consumidores beneficiam da ETA de Sassa-Zau

    Cabinda - A Estação de Captação Tratamento e Distribuição de Água de Sassa-Zau com uma capacidade de produção de 2 mil e 160 metros cúbicos por hora, vai distribuir o produto para mais de 600 mil consumidores na cidade de Cabinda e Vila de Landana, deu a conhecer, o secretário provincial de energia e águas, Rafael Paca.

  • 16/08/2019 12:57:02

    Autoridades resgatam chimpanzé em posse de cidadão

    Cabinda - Um filhote de chimpanzé, que estava em posse de um cidadão nacional, na aldeia de Caio Caliado, província de Cabinda, foi resgatado, sábado (10), por fiscais do Parque Nacional do Maiombe, em colaboração com agentes do Serviço de Investigação Criminal (SIC).