Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Setembro de 2019 | 16h30 - Actualizado em 10 Setembro de 2019 | 16h29

ADRA quer flexibilização na legalização de terras

Malanje - O director da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA) em Malanje, Fernando Santos, defendeu hoje (terça-feira) a redução de burocracias na legalização de terras para agricultura.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o responsável, a população do meio rural na província de Malnje ainda enfrenta dificuldades para legalizar terras para a actividade agrícola, situação que exige uma urgente coordenação dos órgãos afins, tendo em conta que a terra constitui fonte de sobrevivência da maior parte da população.

O director manifestou essa preocupação durante uma conferência de imprensa que visou anunciar a realização do encontro anual das comunidades nos municípios, a decorrer de 11 a 19 deste mês, bem como os encontros provinciais e nacionais das comunidades, agendados para os 26 e 27 do corrente e 23 e 24 de Outubro, respectivamente.

Para além da legalização de terras comunitárias, Fernandos Santos disse haver igualmente entraves na legalização das associações de camponeses, o que tem implicado negativamente no exercício das actividades das referidas organizações.

Para se solucionar tal problemática, a ADRA em Malanje prevê colher experiências da província da Huíla, tendo em conta os passos significativos que a região deu neste sentido.

Quanto as acções da ADRA na província, a fonte destacou as formações que têm sido realizadas regularmente junto das 51 associações de camponeses dos cinco municípios de intervenção, nomeadamente Malanje, Cacuso, Calandula, Kiwaba Nzoji e Quela.

Para além de formações, a Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente tem estabelecido contacto com bancos locais, a fim de concederem créditos agrícolas, mediante a apresentação de projectos exequíveis por parte das associações.

Realçou que isso tem se reflectido na melhoria de vida dos cidadãos das áreas intervencionadas, no aumento do nível de produção e consequentemente geração de renda das famílias.

Relativamente aos encontros municipal, provincial e nacional das comunidades, o responsável informou que com os mesmo se pretende reforçar o diálogo entre os órgãos decisores e os cidadãos sobre as tarefas em execução e por se executar, para dar resposta aos anseios da população.

Leia também
  • 09/09/2019 15:50:40

    Agentes sanitários actualizam conhecimentos

    Malanje - Sessenta Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário dos municípios de Cacuso e Quela, província de Malanje, participam desde hoje (segunda-feira) numa formação de refrescamento sobre controlo e prevenção da malária.

  • 09/09/2019 15:41:38

    Lançado concurso para exploração de centros de inspecção de viaturas

    Saurimo - A Direcção Provincial da Viação e Trânsito (DPVTR) na Lunda Sul lançou hoje (segunda-feira), em Saurimo, o concurso público para a construção e exploração de dois centros de inspecção de viaturas.

  • 08/09/2019 18:32:39

    Jornalistas consideram haver pouca abertura das fontes

    Malanje - Jornalistas de vários órgãos de comunicação social, em Malanje, apontam a falta de abertura por parte de certas fontes de informação, sobretudo de organismos públicos, como sendo factor de inviabilidade na divulgação de factos noticiosos.