Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Agosto de 2019 | 12h21 - Actualizado em 13 Agosto de 2019 | 12h30

Masfamu e Universidade Católica assinam protocolo de cooperação

Luanda - Um protocolo de cooperação técnico-científico, que visa a troca de experiência e o enriquecimento das acções sociais, foi assinado, nesta terça-feira), em Luanda, pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (Masfamu) e a Universidade Católica de Angola (UCAN).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O acordo se propõe ainda promover projectos de investigação, estudo e pesquisa sobre temas relativos aos grupos vulneráveis (pessoas com deficiência, criança, mulher e idoso), com o envio de estagiários por parte da UCAN às instituições afectas ao Masfamu, como o Instituto Nacional da Criança, centros de aconselhamento familiar, lares e abrigos para idosos e crianças.

Foram signatários do protocolo a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina de Almeida Alves, e o magnífico reitor da Universidade Católica de Angola, padre José Vicente Cacuchi.

O protocolo se baseia no reforço da parceria institucional do Masfamu, que articula com entidades nacionais e estrangeiras acções nos mais variados domínios.

Ao intervir no acto, José Vicente Cacuchi afirmou que as universidades não são apenas fontes de conhecimentos, mas centros de desenvolvimento e investigação sobre os mais variados problemas da sociedade.

Acrescentou que vão trabalhar com o Masfamu  de maneira organizada, para ajudar os mais necessitados, especialmente com os técnicos do Instituto Superior João Paulo II, formados em  serviço social.

Já a ministra Faustina  Alves disse que o protocolo assinado vai contribuir para a formação de recursos humanos em questões sociais e ajudar a erguer uma acção social mais inclusiva, com bases assentes na visão do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022.

“Vamos caminhar juntos para que possamos encontrar as melhores soluções dos vários problemas que as nossas populações enfrentam”, salientou.

Assistiram a cerimónia docentes da Universidade Católica e técnicos do Ministério da Família e Promoção da Mulher.

Leia também
  • 17/07/2019 14:00:03

    Masfamu realiza encontro sobre resgate de valores na família

    Luanda - Um encontro em torno do resgate e promoção de valores na família foi realizado nesta quarta-feira, em Luanda, numa promoção do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) dirigido a mulheres de vários extractos sociais.

  • 09/07/2019 14:10:10

    Masfamu quer melhorias sociais das famílias pobres

    Luanda - O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, (Masfamu), aconselha as mulheres a elevarem os seus conhecimentos científicos de formas a conseguirem empregos e melhorar o seu empoderamento para a melhoria social das famílias pobres.

  • 14/05/2019 12:27:49

    Contexto económico condiciona assistência a ex- militares - IRSEM

    Dondo - O contexto económico do país está a condicionar a implementação de programas de reintegração social dos ex- militares e seus dependentes pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), informou, nesta terça-feira, na cidade do Dondo, director-geral do IRSEM, Domingos André Tchikanha.