Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

02 Maio de 2019 | 17h50 - Actualizado em 02 Maio de 2019 | 17h51

Disponíveis mil milhões de kwanzas para vítimas da seca no Namibe

Moçâmedes - O governo angolano liberou, numa primeira fase, mil milhões de kwanzas para a perfuração de 37 furos de água, abastecimento alimentar, assistência médica e medicamentosa e combustíveis, para apoiar as populações afectadas pela seca na província do Namibe.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O programa do Executivo para a província do Namibe prevê a disponibilização de dois mil milhões de kwanzas.

De acordo com o governador da província do Namibe, Carlos da Rocha Cruz,  28 por cento da população do Namibe, num universo de cerca de 850 mil habitantes, está afectada por esse fenómeno cíclico nesta região.

Carlos Cruz informou que o governo vai monitorizar e fiscalizar o destino dos valores em causa, como estão a ser geridos através dos órgãos afins criados para o efeito a nível dos municípios. 

O palno não se limita apenas em apoios espontâneos, mas sim em se encontrar soluções para se acabar com as acções paliativas e defectivamente se resolver a situação.

O governante, que classifica de alarmante a situação no sul do país, avançou que, com uma tecnologia de ponta, pode-se fazer o transbordo de correntes de rio para atender as áreas mais críticas do Namibe, Cunene e Huila.

Pelo menos 26 mil e 500 famílias, no universo de 159 mil pessoas, entre homens, mulheres e crianças estão afectadas pela seca, em toda extensão da província do Namibe.

O fenómeno atinge os cinco municípios da província do Namibe: Moçâmedes, Bibala Virei, Kamucuio e Tômbwa, desde Janeiro a presente data.

O município da Bibala lidera o gráfico, com nove mil e 334 famílias afectadas, seguido pelo Kamucuio com seis mil e 167 famílias , Virei com quatro mil e 333 famílias, Moçâmedes com 4 mil e 333 famílias e o Tômbwa com dois mil e 333 famílias.

Oitocentas e dez mil cabeças de gado bovino e um milhão e 200 mil de gado caprino e ovino também foram afectados pela seca, falta água e pasto para os animais.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 01/05/2019 14:26:07

    Sindicatos pedem revisão da Lei Geral do Trabalho

    Luanda - A melhoria das condições salariais, de trabalho, a celeridade na resolução de conflitos laborais e a revisão da actual Lei Geral do Trabalho (LGT) constituíram as principais reivindicações apresentadas, nesta quarta-feira, pelos trabalhadores angolanos.

  • 27/04/2019 18:03:15

    Interior doa bens às vítimas do ciclone Idai em Moçambique

    Moçâmedes - Mais de duas mil toneladas de produtos diversos foram doados hoje, sábado, na cidade de Moçâmedes, por efectivos da Delegação Provincial do Ministério do Interior do Namibe, no âmbito de uma campanha de recolha de donativos para as vítimas do ciclone Idai em Moçambique.

  • 24/04/2019 15:31:00

    Procurador quer trabalhadores esclarecidos sobre leis do país

    Moçâmedes - O procurador junto ao Serviço de Investigação Criminal (SIC) da província do Namibe, Mário Lombundo, defendeu hoje, quarta-feira, a necessidade dos funcionários estarem melhor informados sobre os conteúdos e normas jurídicas para conhecerem os seus direitos e evitarem conflitos com as leis do país.