Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

24 Março de 2019 | 10h30 - Actualizado em 24 Março de 2019 | 10h30

Huíla: Deputado quer conclusão de barragens para mitigar seca

Lubango - O deputado José Miúdo Ndambuka defendeu neste domingo, no Lubango, a conclusão das obras de construção das barragens hídricas dos Gambos, Chibia e Lubango, para mitigar os feitos da seca que, periodicamente, afecta alguns municípios da Huíla.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

José Miído Ndambuca - deputado

Foto: Lucas Neto

Em declarações à imprensa a margem de uma visita de constatação que os deputados o circulo provincial iniciam nesta segunda-feira nos municípios dos Gambos e Chibia para avaliar a situação da seca, José Miúdo Ndambuka, que interina a coordenação do ciclo provincial da bancada parlamentar do MPLA, considerou essencial a retoma das obras das barragens Gambos, Chibia e Lubango paralisadas, há cinco anos.

Na ocasição, disse que a intenção é aferir o nível de execução das obras das três barragens, para que  junto do poder central se possa fazer advocacia no sentido de se dar continuidade aos projectos.

As três barragens estão localizadas nos municípios dos Gambos, Chibia e Lubango sob o rio Caculuvale. As obras  iniciaram em 2014 e   foram interrompidas menos de um ano depois, por indisponibilidade financeiro.

Orçadas, cada uma, em 25 milhões de dólares, seriam executadas em quatro fases, correspondendo a 36 meses, e até ao momento, apenas foram  feitos estudos do subsolo, correspondente à primeira fase. 

A mini-hídrica do Lubango, uma vez concluída, terá uma represa com 16 metros de altura, com a capacidade de reter 150 milhões de metros cúbicos de água, para irrigar áreas agrícolas e ainda abastecer vários pontos, como as novas centralidades.

Nos Gambos, a barragem terá 19 metros de altura, para 400 milhões de metros cúbicos, com um canal de irrigação de 25 quilómetros, enquanto a da Chibia terá uma albufeira capaz de reter mais de 300 milhões de metros cúbicos para irrigar mais de 15 mil hectares.

Leia também
  • 24/03/2019 09:52:56

    Huíla: Mulheres jornalistas protestam contra violência doméstica

    Lubango - Um grupo de mulheres, entre jornalistas, religiosas, militares e líderes de partidos políticos marcharam, hoje, domingo, por algumas artérias da cidade do Lubango, em repúdio à violência doméstica, sob o lema "Não à Violência contra a Mulher".

  • 23/03/2019 22:17:06

    Malanje: Candidata à bastonária da OMA caça votos

    Malanje - A candidata pela lista C à bastonária da Ordem dos Médicos de Angola (OMA), Elisa Gaspar, apresentou este sábado, na cidade de Malanje, o seu programa de acção, com vista a convencer a classe médica e técnica de medicina e ganhar votos.

  • 23/03/2019 21:14:40

    Huambo vai ter rede de comunicadores

    Huambo - A província do Huambo vai ter, em breve, uma rede de comunicadores, aprovada durante a II sessão do governo no dia 27 de Fevereiro, cuja missão é contribuir na promoção de uma cidadania mais participativa e exemplar.