Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Dezembro de 2019 | 12h14 - Actualizado em 12 Dezembro de 2019 | 13h30

Centro de captação de água do Mussungue fora de serviço

Dundo - O centro de captação, tratamento e distribuição de água do Mussungue, com quatro bombas de 420 metros cúbicos cada, está, desde quarta-feira, fora de serviço, em consequência da rotura da tubagem que transporta o líquido para a cidade do Dundo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Rotura da tubagem de transporte de água paralisa serviços no centro de captação do Mussungue (Arquivo)

Foto: Pedro João

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, pelo presidente do Conselho de Administração da Empresa Pública de Água e Saneamento (EPAS) da Lunda Norte, André Camilo, à margem da visita de constatação aos sistemas de distribuição, efectuada pelo governador local, Ernesto Muangala.

Explicou que a rotura da tubagem se deveu à progressão de uma ravina, causada pelas fortes chuvas que se abatem na província.

Como solução, foi feita uma interligação entre os centros de captação do Luachimo, com quatro bombas de 280 metros cúbicos cada, e a do Dundo, para permitir a distribuição da água.

“Estando a captação fora de serviço, não temos como fazer a distribuição regular da água da zona que dependia dessa captação, que é o distrito urbano do Dundo e uma parte do Chitato. Vamos continuar a abastecer, mas com restrições”, realçou.

A EPAS controla sete mil clientes, mais de três mil dos quais residem na Centralidade do Mussungue, com cinco mil apartamentos.

Sobre a ravina que causou os danos, o governador da Lunda Norte disse tratar-se de um problema da responsabilidade dos órgãos centrais, no caso o Ministério da Construção, que já domina o assunto, e esforços estarem a ser feitos, para que, em 2020, se realizem obras de estancamento da mesma.

Até que se aguarde pelo início das obras, afirmou que o governo local vai realizar estudos, a fim de que se encontrem soluções a médio-prazo, visando uma intervenção paliativa, permitindo que o centro de captação de água do Mussungue volte a funcionar.
 

Leia também
  • 12/12/2019 05:29:10

    População de Camissombo beneficia de bens diversos

    Lucapa - A população da comuna de Camissombo, município de Lucapa, Lunda Norte, recebeu, na quarta-feira, bens alimentares, inputs agrícolas, electrodomésticos e kits escolares, no âmbito do "Natal Solidário", promovido pela Endiama.

  • 11/12/2019 14:08:03

    Mais de 30 famílias vivem em zonas de risco no Chitato

    Dundo - Trinta e sete famílias no município de Chitato, Lunda Norte, correm o risco de verem as suas residências destruídas pelas ravinas e as fortes chuvas que caiem na região, alertou hoje, quarta-feira, o segundo comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Felismino Yambo.

  • 06/12/2019 21:35:18

    Ravina põe em risco fornecimento de água no Dundo

    Dundo - A cidade do Dundo, Lunda Norte, poder ficar privada de água se não forem tomadas medidas urgentes para conter a progressão de uma ravina que já alcançou a tubagem do Centro de Captação, Tratamento e Distribuição de Água do Mussungue.