Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Dezembro de 2019 | 11h15 - Actualizado em 06 Dezembro de 2019 | 11h27

Igreja Católica prevê reabilitar internatos

Lubango - A reabilitação e a ampliação de 22 internatos e lares de acolhimento localizados na província da Huíla constituem prioridades da Arquidiocese do Lubango, para melhorar a assistência humanitária às populações vulneráveis.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dom Gabriel Mbilingi, arcebispo metropolitano do Lubango

Foto: Amélia Oliveira

Dos projectos constam a reabilitação e a ampliação de lares nos municípios do Lubango, Humpata, Chibia, Quilengues, Caluquembe, Quipungo, Chicompa e Matala, com capacidade para três mil pessoas, assim como a construção de centros profissionais, postos de saúde, entre outras instituições.  

Segundo o arcebispo metropolitano do Lubango, Dom Gabriel Mbilingi, que falava durante o Fórum sobre "Investimento Social Auto-Sustentável e Filantropia Comunitária", espera-se pelas respostas dos parceiros, em termos de apoios financeiros, para o início das obras.

Informou que actualmente recebem algum pessoal nos referidos espaços, mas estão condicionados por inadequeação de acomodação para crianças e adolescentes, assim como alimentação, entre outras necessidades, reduzindo a ocupação a 50 por cento da capacidade real.

Referiu que pretendem incluir, nos lares, infra-estruturas ligadas aos sectores agro-industrial, pescas, energias renováveis, saúde, educação técnico-profissional e habitação social.

Salientou que a meta é diminuir os índices de pobreza, propostos pelo Governo angolano por meio da diversificação da economia.

Já o director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Osvaldo Lunda, destacou a necessidade de todos se unirem no reforço da parceria entre as instituições, sem que esteja envolvido o Estado, directamente, em acções ligadas ao desenvolvimento da comunidade.

“É uma obrigação do Estado, mas, por via da filantropia, podem e devem ajudar os que mais necessitam. Se cada um fizer a sua parte, onde estiver, poderemos ajudar a melhorar”, destacou.

O encontro serviu para que a Igreja apresentasse os seus projectos aos  actores sociais que pretendem ajudar com financiamento,  para concretizar o desiderato.

Leia também
  • 07/12/2019 19:03:31

    Ilha de Luanda com novo Plano de Desenvolvimento

    Luanda - Um projecto arquitectónico-urbanístico, denominado ?Plano Estratégico de Desenvolvimento da Ilha de Luanda?, que servirá para a manutenção das infraestruturas dessa zona balneária da capital do país, foi, este sábado, apresentado a sociedade civil.

  • 07/12/2019 16:47:07

    Igreja Pentecostal doa bens à comarca de Malanje

    Malanje - Um donativo composto por bens alimentar de primeira necessidade, roupas usadas e produtos higiénicos foi entregue, este sábado, aos reclusos da comarca de Malanje, pela Igreja Pentecostal Ministério da Libertação e Fé.

  • 07/12/2019 15:51:03

    Fundo Lwini confraterniza com crianças dos Ramiros

    Luanda - Trezentas crianças do Distrito Urbano dos Ramiros, município de Belas, foram agraciadas hoje (sábado), em Luanda, com um almoço de confraternização e oferta de brinquedos, cadeiras de rodas e muletas, numa promoção da Fundação Lwini.

  • 07/12/2019 12:38:49

    Vítimas da seca no Cunene beneficiam de alimentos

    Luanda - Duas mil e quatrocentas toneladas de produtos alimentares diversos seguiram este sábado para o município do Curoca, província do Cunene, para acudir as populações daquela região do sul do país vítimas da seca.