Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

18 Novembro de 2019 | 23h33 - Actualizado em 18 Novembro de 2019 | 23h41

MPLA entrega bens diversos a vítimas da seca no Cunene

Ondjiva - Quatrocentas e 97 pessoas vítimas da seca da localidade de Tshavana, município de Ombadja, província do Cunene, beneficiaram hoje, segunda-feira, cinco toneladas de bens, entregues pelo secretariando do Bureau Político do MPLA.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Bens alimentares oferecidos pelo MPLA às vítimas da seca do cunene

Foto: JOSÉ CACHIVA

Entre os bens constam arroz, massa e óleo alimentar, fuba, milho em grão, roupa e sapatos usados, assim como produtos de higiene.

Ao intervir no acto de entrega, administradora municipal de Ombadja, Albertina José, agradeceu o gesto tendo admitido que os produtos vão ajudar a reduzir a carência alimentar e de outros bens de primeira necessidade da população da localidade de Tshavana.

Por sua vez, o secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, disse que a doação destes bens é um gesto de solidariedade da direcção central do partido, no sentido de diminuir as dificuldades das vítimas da seca na província do Cunene.

Referiu que o acto faz parte de uma campanha nacional que o MPLA está a realizar, até Dezembro deste ano, no sentido de reforçar o apoio à população afecta pela seca nas províncias da Huíla, Namibe, Cuando Cubango e Cunene.

Disse que o partido está confiante nas estratégias implementadas pelo Executivo e governos locais para o combate à seca no sul do país.

Apelou às instituições da sociedade a prosseguirem com as actividades de mobilização de meios para ajudar a população das províncias atingidas pela seca.

Durante a visita ao município de Ombadja, Paulo Pombolo constatou as condições de acesso de água e de alimentos por parte dos habitantes da aldeia de Oshavana e Chipelongo, assim como avaliou a vida interna do partido na região.

A seca deste ano é a pior e mais devastadora dos últimos 24 anos da história do Cunene, com 857 mil e 443 pessoas (de um total de 171 mil e 488 famílias) e um milhão de cabeças de gado afectadas pela seca, que já matou 30 mil animais, entre bovinos, caprinos e suínos.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 17/11/2019 16:13:47

    Mortes por acidentes de viação reduzem no Cunene

    Ondjiva - Trinta e sete pessoas morreram e 215 ficaram feridas em consequência de 184 acidentes de viação registados nos meses de Janeiro a Outubro deste ano, na província do Cunene, menos quatro em relação ao período de 2018.

  • 16/11/2019 15:18:45

    JMPLA enaltece esforço do Governo no apoio às vítimas da seca

    Namacunde - A primeira secretária em exercício da JMPLA na província do Cunene, Francisca Ndamona Vaz, enalteceu neste sábado, no município de Namacunde, o esforço do Governo central e local no apoio contínuo às vítimas da seca em bens alimentares e no fornecimento de água potável.

  • 15/11/2019 19:22:48

    OMA planta árvores no Cunene

    Ondjiva - Seiscentas mudas de árvores, entre acácia rubras, mangueiras, goiabeiras e limoeiros, começaram a ser plantadas a partir deste mês, nos seis municípios da província do Cunene, numa iniciativa da Organização da Mulher Angolana (OMA).