Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

14 Julho de 2020 | 14h20 - Actualizado em 14 Julho de 2020 | 14h22

Autoridades estudam estratégias para melhoria da assistência médica

Huambo - O Governo da província do Huambo deu início, esta terça-feira, com o processo de recolha de informações sobre o funcionamento das unidades hospitalares, para encontrar soluções exequíveis que se reflictam na melhoria dos indicadores de saúde.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O início deste processo, que perspectiva a redução da mortalidade materno/infantil, decorreu no Centro Médico da Centralidade do Lossambo, com a visita do vice-governador local para sector Político, Social e Económico, José Cornélio.

No encontro de auscultação ao corpo directivo da unidade sanitária, encabeçada por Moisés Chacuma, o vice-governador foi informado que o centro, em funcionamento desde Maio de 2018, debate-se com problemas de financiamento para custear as despesas correntes, começando pela alimentação dos doentes internados.

Com uma capacidade de 46 camas, o centro dispõe de serviços de medicina geral, puericultura, Programa Alargado de Vacinação, pediatria, laboratório clínico, farmácia, maternidade, entre outros, num universo de 54 trabalhadores, oito dos quais médicos.

Em declarações à imprensa, o vice-governador José Cornélio disse tratar-se de uma acção que deverá se estender para outras unidades sanitárias, para obter informações possíveis de todos os intervenientes do sistema de saúde da província, para uma melhor identificação das dificuldades.

Segundo o responsável, apesar das dificuldades serem conjunturais, uma das grandes preocupações do Centro Médico do Lossambo está relacionada com as condições de alimentação para os doentes internados, principalmente os vêm da comuna da Calima e bairros circunvizinhos da centralidade, construída a 10 quilómetros do centro da cidade do Huambo.

Por isso, acrescentou o vice-governador, as autoridades da província precisam criar um tampão na comuna da Calima, que consiste na melhoria das condições do posto de saúde local, para desafogar do Lossambo, tendo em a prestação de qualidade na assistência médico-medicamentosa que se prevê em todas as unidades sanitárias da província.

Além do Centro Médico do Lossambo, com mais sete mil beneficiários, incluindo os moradores dos bairros circunvizinhos, 64 dos quais atendidos, nas últimas 24 horas, com problemas de malária, doenças respiratórias agudas e outras, o município do Huambo, capital da província com o mesmo nome, tem um Sistema de Saúde composto por um hospital municipal, 17 centros médicos e 43 postos de saúde, onde trabalham mil e 52 técnicos.

No cômputo geral, o Sistema de Saúde da província do Huambo, habitado por dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios, tem um Sistema de Saúde composto por 249 unidades sanitárias, num universo de duas mil e 126 camas em diversas enfermarias e 14 na Unidade de Tratamentos Intensivos (UTI), onde trabalham 308 médicos, três mil e 639 enfermeiros, 467 técnicos de diagnósticos e terapeuta, assim como 825 administrativos, além de outros profissionais indispensáveis para o seu normal funcionamento.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 14/07/2020 12:40:06

    Responsável defende novas estratégias de distribuição de vacinas

    Huambo - A supervisora nacional do Programa Alargado de Vacinação (PAV), Alda de Morais Pedro Sousa, defendeu hoje, terça-feira, no Huambo, a mudança de estratégias para uma melhor gestão e distribuição de vacinas, para evitar que as unidades sanitárias enfrentem a escassez destes produtos.

  • 13/07/2020 17:42:24

    Mortes por malária aumentam no município do Ecunha

    Ecunha - O número de mortes por malária no município da Ecunha (Huambo) aumentou, nos últimos seis meses, para 25 casos, comparativamente a igual período anterior de 2019, onde se registaram oito, o que está a deixar preocupadas as autoridades sanitárias locais.

  • 10/07/2020 15:17:04

    Huambo tem 15 crianças com problemas de poliomielite

    Huambo - A província do Huambo diagnosticou, durante o primeiro semestre do ano em curso, 15 casos de crianças com poliomielite, doença responsável pela paralisia infantil, informou hoje, sexta-feira, o director do Gabinete local da Saúde, Lucas António Nhamba.