Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

04 Junho de 2020 | 15h29 - Actualizado em 04 Junho de 2020 | 23h45

Covid: Meios de biossegurança próximo das 380 toneladas

Luanda - Pelo menos trezentas e quinze (315) toneladas de material diverso de biossegurança e hospitalar, do lote de 380 adquiridas pelo Executivo Angolano à China, para a prevenção e o combate à covid-19, encontram-se já no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Material de Biossegurança continuam a chegar no país e a serem distribuídos pelas 18 províncias

Foto: Joaquim Tomas

Ao fim do décimo voo efectuado pela companhia aérea nacional TAAG, Angola recepcionou 83 por centos da quantidade prevista, com destaque para 260  ventiladores entre invasivos e não invasivos ((de 300 comprados) e mais de duas mil camas para cuidados intensivos.

Na manhã de hoje (quinta-feira), o país recebeu mais cerca de 25 toneladas, resumidas em material de biossegurança e alguns hospitalares.

Testemunhou a recepção da mercadoria, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o secretário de Estado para Saúde Hospitalar, Leonardo Inocêncio, que na ocasião destacou a chegada de dezanove (19) ventiladores não invasivos, numa oferta do Banco de Fomento Angola (BFA).

O dirigente salientou, que o ministério da Saúde, através da Central de Compra e Aprovisionamento de Medicamentos e Meios Médicos de Angola (CECOMA), já fez chegar esses equipamentos e meios de protecção individual e outros materiais de biossegurança a cerca de 95% das províncias do país.

Sobre a problemática dos ventiladores, Leonardo Inocêncio explicou que o Governo adquiriu 300 ventiladores à China, mas algumas instituições bancárias como o BNI e o BFA, paralelamente, ofereceram 35 e 19 respectivamente, aliados aos já preexistentes.

No seguimento, o secretario de Estado para Saúde Hospitalar adiantou que a província da Huíla, recebeu quatro ventiladores (aguarda por mais) e que nos próximos dias outras províncias vão beneficiar dos mesmos.

Pelo terceiro dia consecutivo, Angola não regista casos positivos de covid-19, mantendo-se assim 86 casos confirmados,  quatro óbitos, 18 recuperados e 64 casos activos, com um paciente em cuidados especiais, numa altura em que faltam 65 toneladas de meios para se atingir a meta de 380.

Assuntos Ministério da Saúde  

Leia também
  • 31/05/2020 16:28:53

    Covid-19: Combate cada vez mais reforçado

    Luanda - No quadro da prevenção e do combte à covid-19, Angola recebeu, neste domingo (dia 31), mais 33 toneladas de material diverso de biossegurança e hospitalar, com destaque para 80 ventiladores invasivos para pacientes em cuidados intensivos.

  • 26/05/2020 23:07:46

    Covid-19: Governo esmera-se para testes em massa

    Luanda - Numa altura em que o país contabiliza 71 casos positivos, no primeiro dia de Estado de Calamidade, o Governo prepara-e para começar, nos próximos dias, com testagem em massa com meios mais eficazes, com uma média diária de mil amostras.

  • 26/05/2020 20:28:39

    Covid-19: Angola realiza 91 testes/dia

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou hoje (terça-feira), em Luanda, que Angola efectua uma média diária de 91 testes sobre a covid-19, contemplando cidadãos nacionais e de outras nacionalidades, nas 18 províncias do país.