Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

31 Maio de 2020 | 16h28 - Actualizado em 01 Junho de 2020 | 10h04

Covid-19: Combate cada vez mais reforçado

Luanda - No quadro da prevenção e do combte à covid-19, Angola recebeu, neste domingo (dia 31), mais 33 toneladas de material diverso de biossegurança e hospitalar, com destaque para 80 ventiladores invasivos para pacientes em cuidados intensivos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Angola recebeu neste domingo mais 33 toneladas de material para apoiar no combate à Covid-19

Foto: Cedida

Deste lote, constam também máscaras N95 (de uso corrente) e de procedimentos (para manuseio de pacientes) e as cirúrgicas,  assim como fatos de protecção individual, camas hospitalares, batas e luvas, dentre outro material gastável, constatou a Angop.

Na carga, destaca-se também equipamento de laboratório e zaragatoas (material de colheita de amostra), como parte do lote de 380 toneladas provenientes da China, adquiridas pelo executivo angolano.

No acto de recepção dos meios, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, o secretário de Estado para a Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio, disse estarem já no país mais de 250 das 380 toneladas de material de biossegurança importadas pelo Governo angolano àquele país asiático.

Com isso, segundo o secretário de Estado, Angola já conta com um grande volume de material de biossegurança, em distribuição pelas 18 províncias do país, para fazer face à covid-19.

Sobre os oitenta ventiladores chegados ao princípio da tarde, Leonardo Inocêncio afirmou  que serão colocados, fundamentalmente, nas localidades com unidades hospitalares mas com défice de especialistas em cuidados intensivos.

O responsável salientou que Angola aguarda por mais 70 ventiladores invasivos, para completar os 150 adquiridos, a par dos 150 ventiladores não-invasivos que já se encontram no país.

Por outro lado, disse, a respeito do Dia Mundial sem Tabaco, assinalado hoje, que Angola é pioneira na luta contra essa substância e que, no ano passado, o país foi agraciado com uma medalha de nível mundial nessa luta.

“Apelamos às populações a absterem-se do uso do tabaco, pois, nesta altura que Angola e o Mundo se debatem com a pandemia da covid-19, os fumadores de tabaco estão mais propensos a complicações do que os não fumadores. O melhor mesmo é não fumar”, alertou.

Assuntos Ministério da Saúde  

Leia também
  • 26/05/2020 23:07:46

    Covid-19: Governo esmera-se para testes em massa

    Luanda - Numa altura em que o país contabiliza 71 casos positivos, no primeiro dia de Estado de Calamidade, o Governo prepara-e para começar, nos próximos dias, com testagem em massa com meios mais eficazes, com uma média diária de mil amostras.

  • 26/05/2020 20:28:39

    Covid-19: Angola realiza 91 testes/dia

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou hoje (terça-feira), em Luanda, que Angola efectua uma média diária de 91 testes sobre a covid-19, contemplando cidadãos nacionais e de outras nacionalidades, nas 18 províncias do país.

  • 23/05/2020 18:52:09

    Covid-19: Angola recebe reagentes para 50 mil testes

    Luanda - Vinte e seis toneladas de materiais diversos de biossegurança e hospitalar, com destaque para reagentes para 50 mil testes de diagnóstico, chegaram hoje, sábado, ao país, para reforçar as medidas de prevenção e combate à Covid-19.