Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

21 Outubro de 2019 | 22h08 - Actualizado em 21 Outubro de 2019 | 22h07

Huíla regista 29 novos casos de lepra em nove meses

Lubango - Vinte e nove novos casos de lepra foram registados de Janeiro a Setembro do ano em curso, de um total de 159 doentes em tratamento na província da Huíla.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em 2018, o Departamento Provincial de Saúde  Pública e Controlo de Endemias  registou, em igual período, 130 casos.

A supervisora provincial de combate à Lepra, na Huíla, Adelaide Agostinho Mande, disse nesta segunda-feira, à Angop, que o município da Humpata é a localidade com maior número de casos com 47, seguido do Lubango com 23.

Por detrás do aumento de casos está a negligência por parte dos doentes, que procuram os serviços de saúde em fase avançada da doença, de acordo com a responsável.

“A lepra é uma doença com um período de encubação longo e manifesta-se depois de um período de três a cinco anos, no entanto, muitas vezes, a pessoa é portadora da doença e pode contaminar outros sem dar por isso”, esclareceu.

Lembrou que, manchas estranhas no corpo, são um dos sinais da doença, que não é caracterizada por sintomas.

Apesar da inexistência de um centro específico para internamento dos pacientes,  Adelaide Agostinho Mande  garantiu a  disponibilidade  de fármacos  para os pacientes  em  todas as unidades municipais da província, cujas drogas são entregues   gratuitamente.

A lepra é transmitida de um doente infectado, sem estar no processo de tratamento, para uma pessoa saudável, através da tosse, espirro ou secreções nasais.   

Assuntos Província » Huíla   Saúde  

Leia também
  • 21/10/2019 17:15:54

    Saúde em Mbanza Kongo com dívida de AKZ 52 milhões

    Mbanza Kongo - Cinquenta e dois milhões de Kwanzas é o valor que a Direcção Municipal de Saúde em Mbanza Kongo, província do Zaire, deve a 83 técnicos que prestaram serviço nos centros sanitários da região entre 2015 a 2018.

  • 17/10/2019 13:58:19

    Cuanza Norte regista 264 novos casos de VIH-Sida

    Ndalatando - Duzentos e 64 novos casos de VIH-Sida, com 20 óbitos, foram registados entre os meses de Julho a Setembro deste ano na província do Cuanza Norte.

  • 15/10/2019 06:39:49

    Hospital do Uíge beneficia de 55 litros de sangue

    Luanda - O Hospital Geral do Uíge recebeu segunda-feira 55 litros de sangue, resultado de uma acção solidária promovida pelo Instituto Nacional de Sangue (INS), em parceria com o Banco Económico.