Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

12 Junho de 2019 | 12h03 - Actualizado em 12 Junho de 2019 | 12h03

Mortalidade por malária cresce nos hospitais da Huíla

Lubango - Pelo menos 290 pessoas morreram de malária de Janeiro a Junho deste ano na Huíla, de um universo de 170 mil 700 casos diagnosticados, observando-se um aumento de 286 casos e 98 óbitos, em relação ao igual período de 2018.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Malária continua entre as principais doenças do país

Foto: Francisco Miúdo

Em declarações hoje (quarta-feira) à Angop, no Lubango, o supervisor do programa provincial de luta contra a malária na província da Huíla, Domingos Angelino Tchymbuli, observou que desses números, 60 mil 338 casos afectaram mulheres grávidas com consultas pré-natal, tendo resultado em quatro mortes, ao passo que na faixa etária dos cinco e 14 anos foram notificados 286 óbitos.

Referiu que o município de Caconda registou quatro mil 171 casos, com 14 óbitos, Cacula 830 (quatro óbitos), Caluquembe mil 205 (28 óbitos), Chicomba 19 mil 252 (11 óbitos), Chipindo 13 mil 595 (53 óbitos), Cuvango 15 mil 811 (29 óbitos), Jamba 10 mil 715 (24 óbitos) e Matala 22 mil 506 (29 óbitos).

O município de Quipungo registou no período em referência nove mil 808 casos que resultaram em sete óbitos, Lubango dois mil 672 (86 óbitos), Quilengues mil 230 com quatro óbitos, 335 com apenas um óbito, ao passo que os municípios dos Gambos e Chibia, respectivamente 290 e 638 casos sem registo de óbitos.

Assuntos Província » Huíla   Saúde  

Leia também
  • 12/06/2019 11:56:18

    Autoridades implementam medidas para travar surto de sarna

    Lubango - O governo da Huíla está a implementar medidas preventivas para travar o surto de sarna, que desde Janeiro deste ano afectou mais de 50 mil pessoas, o que representa um aumento de 31 mil casos em relação a 2018.

  • 10/06/2019 16:07:15

    Imunizadas mais de 50 mil crianças contra o sarampo no Luau

    Luau - Cinquenta e quatro mil e 470 crianças foram vacinadas contra o sarampo, no município fronteiriço do Luau, província do Moxico, durante a campanha geral de imunização, realizada em Maio último.

  • 09/06/2019 16:19:00

    Huambo: Registadas treze gestantes com HIV/SIDA na Caála

    Huambo - Treze gestantes, das 420 testadas entre Janeiro a presente data, no município da Caála (Huambo), tiveram resultado positivo de VIH/SIDA, contra quatro do igual período anterior, em que foram realizados 2019 testes.