Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

15 Novembro de 2019 | 15h23 - Actualizado em 15 Novembro de 2019 | 18h04

Registados mais de 40 casos de pólio em Angola

Luanda - Quarenta e quatro casos de poliomielite foram registados, este ano, em Angola, confirmou hoje (sexta-feira), a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, na abertura da Primeira Ronda de vacinação, no bairro Monte Belo, município de Cacuaco, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova, durante cerimónia de abertura da campanha de vacinação contra a pólio.

Foto: Nelson Malamba

Ministra da Saúde, Silvia Paula Lutucuta, durante cerimónia de abertura da campanha de vacinação contra a pólio.

Foto: Nelson Malamba

Segundo a governante, as ocorrências registaram-se nas províncias do Bié, Malanje e Lunda Sul (um caso cada), Moxico e Benguela (dois), Huíla (três), Lunda Norte (quatro), Luanda (seis), Huambo (11) e Cuanza Sul (13).

Sílvia  Lutucuta disse que para controlar o surto o Governo, com apoio dos seus parceiros nacionais e internacionais, decidiu implementar a campanha de vacinação contra a pólio casa a casa para todas as crianças menores de cinco anos, nos municípios afectados e vizinhos.

Para o país eliminar o novo flagelo da poliomielite, sublinhou a ministra, é imperioso que nenhuma criança dos municípios seleccionados fique sem ser vacinada.

O governador de Luanda, Sérgio Rescova, apelou aos munícipes para não se deixarem levar por informações que podem prejudicar as crianças, deixando de vacinar os menores.

Sublinhou que a campanha de vacinação é uma actividade muito simples, mas que serve para prevenir as crianças da paralisia, enfermidade que pode os prejudicar para toda vida.

O Gabinete Provincial de Luanda da Saúde prevê vacinar um milhão e 600 mil crianças, tendo para o efeito mobilizado 22 mil pessoas.

Leia também