Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

16 Novembro de 2019 | 13h50 - Actualizado em 16 Novembro de 2019 | 21h29

Endocrinologista quer centro para diabéticos

Luanda - A médica endocrinologista Francisca da Silva defendeu, este sábado, em Luanda, a construção "urgente" de um centro de referência de diabetes para que os doentes possam receber tratamento clínico ambulatório e multidisciplinar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Francisca da Silva, medica endocrinologista

Foto: Foto Cedida

Em declarações à imprensa, à margem do acto central do Dia Mundial de Diabetes, a especialista  afirmou que o centro daria tratamento especializado para que os doentes tenham qualidade e prolonguem a vida.

"O centro ajudaria nos diagnósticos precoce da doença, ao mesmo tempo que defende, igualmente, a criação de uma base de dados dos doentes", reforçou.  

Destacou a isenção do pagamento de direitos aduaneiros na importação dos medicamentos para diabetes, mas augura a sua subvenção, embora reconheça que tal só ocorreria se se tivesse estatísticas fiáveis e eficazes.

Actualmente a diabetes é a mais comum das doenças não transmissíveis com elevada prevalência e incidência. Atinge já cerca de 415 milhões de pessoas em todo o mundo e continua a aumentar em todos os países.

Para atender quase seis por cento da população angolana que sofre de diabetes, num universo de mais de 29 milhões de habitantes, Angola conta com apenas 15 especialistas, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Assuntos Saúde  

Leia também
  • 16/11/2019 18:13:15

    Hospital Pediátrico de Luanda controla 70 casos de diabetes

    Luanda - O Hospital Pediátrico de Luanda controla 70 casos de crianças com diabetes, deu a conhecer, neste sábado, em Luanda, o médico pediatra Carlos Faustino.

  • 14/11/2019 18:25:01

    Anemia falciforme afecta 12 mil crianças por ano

    Luanda - Pelo menos 12 mil crianças nascem anualmente, em Angola, com anemia falciforme, informou nesta quinta-feira, em Luanda, a responsável do Centro de Atendimento ao Doente Anémico do Hospital Geral dos Cajueiros, Cláudia Halumbala.

  • 14/11/2019 12:44:09

    Viana prevê vacinar mais de 350 mil crianças contra pólio

    Luanda - Trezentas e setenta e seis mil crianças (376 mil) é a cifra que se prevê atingir durante a campanha de vacinação contra a poliomielite no município de Viana, a decorrer de 15 a 17 do mês em curso.