Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Julho de 2020 | 17h48 - Actualizado em 14 Julho de 2020 | 18h24

Covid-19: Oitocentos oficiais de justiça imunes

Luanda - Pelo menos 800 técnicos de justiça, entre juízes, juristas e alto-funcionários, entre outros, testaram negativo à Covid-19, hoje (dia 14), durante a campanha massiva direccionada a um mínimo de mil trabalhadores do Palácio da Justica, à Cidade Alta, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Palácio Da Justiça, instituição da qual os funcionários realizaram hoje testes sobre a covid-19, em simultâneo com os deputados, no quadro da campanha massiva

Foto: Francisco Miúdo

Essa amostra corresponde aos testados entre às 8h00 e 14h00, incluindo agentes da Polícia Nacional, jardineiros, trabalhadores de limpeza e demais profissionais que coabitam na referida instituição diariamente, através de um processo que decorreu serenamente.

Abordado sobre o assunto, o porta-voz do Palácio da Justiça, Gonçalo Leitão, explicou que no horário em análise “tudo decorreu tranquilamente, sendo que todos os órgãos que interagem nesse mesmo espaço  estão unidos na prevenção e combate contra essa pandemia”.

“Essa luta só será vencida quando cada um de nós conhecer o seu estado serológico”, disse o responsável à Televisão Pública de Angola (TPA), ao referir que a campanha abrangeu funcionários dos tribunais Supremo, Constitucional e de Contas, bem como da Provedoria de Justiça e da Procuradoria-Geral da República (PGR).   

Paralelamente a esse processo direccionado a oficiais de justiça, nesse dia da campanha reservada a grupos sociais específicos, também foram testados deputados à Assembleia Nacional e funcionários desse órgão de suberania, num total de 1.500.

Na segunda-feira (dia 13), a testagem em Luanda, cingiu-se a 1.500 trabalhadores dos órgãos públicos de Comunicação Social, depois de terem já beneficiado vendedores e vizinhos dos mercados do Catinton (Maianga), do Kikolo (Cacuaco), do 30 (Viana) e do Asa Branca (Cazenga).

Nas últimas 24h00 foram registados 19 casos positivos. Com estes dados, o país passa a contar com 525 infectados, entre angolanos e estrangeiros, com 118 recuperados, 381 activos e 26 óbitos.

Iniciada na quarta-feira última (dia 8), a testagem massiva em Luanda, que decorre em simultâneo com o município do Cazengo, na província do Cuanza Norte, abrangeu também moradores do bairro Mártires do Kifangondo, numa actividade que atingiu pelo menos 14 mil pessoas, até agora.

Assuntos Justiça   Saúde  

Leia também
  • 09/07/2020 19:05:12

    PGR do Cuanza Sul manda reter cartões multicaixa do governo provincial

    Sumbe - A Procuradoria Geral da República junto dos Serviços de Investigação Criminal (SIC) emitiu um mandado de revista, busca e apreensão de cartões da rede do supermercado Max, em posse do Governo Provincial do Cuanza Sul.

  • 08/07/2020 19:55:49

    OAA remarca exame de acesso à advocacia

    Luanda - O primeiro exame nacional de acesso à advocacia em Angola está remarcado para 26 de Setembro próximo e a reabertura do processo de inscrição acontece de 19 de Junho a 19 Julho do ano em curso.

  • 30/06/2020 17:51:39

    Caso 500 Milhões: MP pede dez anos para ex-governador do BNA

    Luanda - O Ministério Público (MP) pediu, esta terça-feira, ao Tribunal uma pena de dez anos de prisão para o ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe, e para o antigo director do Departamento de Gestão de Reservas da BNA, António Bule Manuel, ambos em julgamento no "Caso 500 milhões".