Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

03 Maio de 2019 | 16h34 - Actualizado em 03 Maio de 2019 | 16h38

PR constata efeitos da seca no Curoca

Moçâmedes - O Presidente da República, João Lourenço, constatou nesta sexta-feira os efeitos da seca na comuna do Curoca, município do Tombwa (Namibe), no quadro da visita de algumas horas a essa província do litoral sul do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Acreditamos nos resultados positivos da visita do Presidente João Lourenço à comuna do Curoca",  disse a propósito o administrador comunal, Alexandre Nyuca, salientando ter recebido orientações específicas do Estadista.

Alexandre Nyuca disse esperar que a situação da seca na comuna do Curoca (Tombwa) seja solucionada de forma definitiva com recurso ao rio Cunene.

O soba da comuna, António Beapé, confirmou  que a região não recebe chuvas há três anos, situação que obriga os criadores de gado a ir em busca de pasto no Chongoroi, um município da vizinha província de Benguela.

Na ocasião, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, prometeu acudir a situação por via de um programa coordenado conjuntamente pelo Governo do Namibe e a administração comunal do Curoca.

No Namibe, o fenómeno afecta, desde Janeiro transacto, os cinco municípios da província (Moçâmedes, Bibala, Virei, Kamucuio e Tômbwa).

O município da Bibala lidera o gráfico, com nove mil e 334 famílias afectadas, seguido pelo Kamucuio com seis mil e 167 famílias, Virei com quatro mil e 333 famílias, Moçâmedes com 4 mil e 333 famílias e o Tômbwa com duas mil e 333 famílias.

Oitocentas e dez mil cabeças de gado bovino e um milhão e 200 mil de gado caprino e ovino também foram afectadas pela seca. Falta água e pasto para os animais.

Para atenuar os efeitos desse fenómeno, o Executivo angolano disponibilizou, numa primeira fase, mil milhões de kwanzas para a abertura de 37 furos de água, abastecimento alimentar, assistência médica e medicamentosa.

O programa do Executivo para a província do Namibe prevê a disponibilização de dois mil milhões de kwanzas.

Em paralelo à jornada de trabalho do Presidente da República, a primeira dama, Ana Dias Lourenço, visitou a escola do II ciclo Welwitchia Mirabilis, da qual é madrinha.

Na ocasião, os alunos solicitaram uma sala de informática, laboratórios de biologia, química, física e uma biblioteca.

Leia também
  • 03/05/2019 17:19:19

    Presidente João Lourenço deixa Namibe

    Moçâmedes - O Presidente da República, João Lourenço, deixou no final da tarde desta sexta-feira o Namibe, seguindo para a vizinha província do Cunene.

  • 03/05/2019 13:42:34

    Novas tecnologias permitem atendimento eficaz no Hospital Ngola Kimbanda

    Moçâmedes - Um atendimento mais humanizado e eficaz, com o uso de novas tecnologias, está ao dispor dos munícipes de Moçâmedes desde quinta-feira (02), no Hospital Ngola Kimbanda que conta, entre outros serviços, com uma unidade de diagnóstico de Tomografia Axial Computorizada (TAC).

  • 03/05/2019 12:12:37

    PR convidado para Conferência de Tokyo sobre Desenvolvimento

    Luanda - O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, foi convidado oficialmente pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, a participar na 7ª edição da Conferência Internacional de Tokyo para o Desenvolvimento Africano, a decorrer no Japão, em Agosto do corrente ano.