Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Novembro de 2019 | 22h19 - Actualizado em 19 Novembro de 2019 | 22h19

França vai trabalhar para sustentabilidade das cidades africanas

Luanda - O Governo francês está interessado a participar junto do sector privado e público dos Estados africanos para desenvolver, de maneira sustentável e mais ecológica, as cidades africanas, anunciou hoje o embaixador francês em Angola, Sylvain Itté.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Embaixador da França em Angola, Sylvain Itté

Foto: Henri Celso

O diplomata francês manifestou esta intenção quando falava à imprensa, após um encontro com empresários angolanos destinado a apresentação da cimeira África-França, a ter lugar de 04 a 06 de Junho de 2020, em Bordéus, sob o tema “A cidade sustentável”.          

Segundo o embaixador, o presidente Emmanuel Macron decidiu criar uma cimeira de chefes de Estado para abordar vários aspectos de interesse comum, com o foco particular na sustentabilidade das cidades africanas.

“Sabemos que em África a cada ano se concentram dezenas de milhões de pessoas nas cidades. Angola é exemplo desta situação por possuir uma população de 25 milhões de habitantes, dos quais sete a oito milhões vivem na capital Luanda. Daí que a questão da sustentabilidade seja fundamental, para permitir que os cidadãos possam viver com melhor qualidade nas cidades”, salientou.

Explicou que a cimeira visa identificar quais são as necessidades de cidades africanas, como Luanda, conhecer as prioridades do Estado, para tornar a cidade sustentável, bem como avaliar as capacidades de investimento e a vontade das empresas parceiras francesas e africanas de participar no seu desenvolvimento.

O objectivo desta conferência internacional, acrescentou, é de apresentar ao mundo económico africano o projecto global francês, num fórum que vai congregar representantes de mais de 500 empresas francesas e africanas e milhares convidados para abordar questões nos domínios da segurança, da saúde, do saneamento, transportes públicos e outros.

Para Sylvain Itté, a cimeira tem ainda a ambição de juntar todos os actores para tentar encontrar soluções e criar projectos concretos para uma parceria entre empresários franceses e africanos.

Assuntos Cimeira   Cooperação   Diplomacia  

Leia também
  • 15/11/2019 20:41:58

    Angola doa estátuas ao Palácio de Versalhes em França

    Luanda - A República de Angola vai doar, nos próximos dias, ao Palácio de Versalhes, em França, duas estátuas do século 18, como gesto de exaltação das boas relações bilaterais, anunciou o embaixador angolano naquele país, João Miranda.

  • 15/11/2019 15:59:46

    Angola e Bulgária projectam fórum de negócios

    Luanda - As Repúblicas de Angola e da Bulgária projectam, para breve, a realização de um Fórum de Negócios entre operadores económicos dos dois países.

  • 15/11/2019 15:16:50

    Angola e Bulgária assinam Memorando de Consultas Bilaterais

    Luanda - Angola e Bulgária assinaram esta sexta-feira, em Luanda, uma Declaração Comum de Intenções para assinatura de acordos de supressão de vistos em passaportes diplomáticos e de serviço e um Memorando de Entendimento sobre Consultas Bilaterais.