Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

11 Junho de 2019 | 17h05 - Actualizado em 11 Junho de 2019 | 17h10

CIT homenageia pesquisadora Agnela Barros

Luanda - A pesquisadora de teatro africano, Agnela Barros, será homenageada na IV edição do Circuito Internacional de Teatro (CIT), a decorrer de 29 de Junho a 16 de Setembro, na Liga Nacional Africana, em Luanda, pela entrega e dedicação a esta modalidade artística.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Agnela Barros, pesquisadora de Teatro Africano (Arq)

Foto: Lino Guimarães

Em declarações à ANGOP, nesta terça-feira, o porta-voz do CIT, Adérito Rodrigues, disse tratar-se de uma pesquisadora a ter em conta no panorama teatral angolano e africano.

A seu ver, Agnela Barros, formada em Línguas e Literaturas Clássicas, Modernas, Africanas e Crioulística, "é uma Bíblia a consultar" sobre o desenvolvimento das artes cénicas.

Neste momento, a também mestre em Estudos de Teatro é professora do Instituto Superior de Artes (ISART), na classe de Teatro.

Quanto ao evento em si, informou que decorrerá sob o lema "Projectar África com Teatro".

O circuito contará com a participação de 46 grupos de vários países, como Moçambique, Brasil, Portugal, Guine Bissau, São Tomé e Príncipe e Angola. Do país, vão participar os grupos das províncias de Luanda, Cuanza Sul, Malange, Huambo e Benguela.

Além da exibição de peças teatrais, abarcará a apresentação da primeira revista do CIT, de periodicidade anual, bem como a assinatura de um protocolo com a Comissão Nacional para Unesco de Angola.

Adérito Rodrigues avançou que o circuito servirá para a inclusão de novos artistas, a defesa e abordagem do resgate dos valores culturais, desde os hábitos, costumes, símbolos, como também o incentivo ao turismo cultural.

A confraternização entre os grupos é vista pelo porta-voz do CIT como possibilidade para a internacionalização do teatro angolano e o intercâmbio cultural entre os países que fazem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O CIT é uma iniciativa que visa incentivar o intercâmbio entre os grupos e as companhias de teatro de Angola e do mundo, bem como a valorização, promoção e divulgação do processo de criação das artes cénicas.

A primeira, segunda e terceira edições do CIT decorreram em 2016, 2017 e 2018, tendo sido homenageados o antigo gestor do Teatro Avenida, Diogo Colombo, o dramaturgo Mena Abrantes e o director provincial da Acção Social, Cultura e Desporto, Manuel Sebastião.

Assuntos Teatro  

Leia também
  • 06/06/2019 16:04:12

    Associação de teatro defende profissionalização dos grupos

    Luanda - O presidente da Associação Angolana de Teatro (AAT), Adelino Caracol, apontou hoje, quinta-feira, em Luanda, o investimento nos grupos e a construção de novos locais de actuação como factores preponderantes para profissionalização dos grupos em Angola.

  • 24/03/2019 09:32:07

    Huíla: Falta de salas leva desistência de grupos teatrais

    Lubango - O presidente da associação provincial de teatro da Huíla, Osvaldo de Almeida, declarou hoje, domingo, que a falta de salas para actividades culturais tem provocado conflitos entre artistas na ocupação do único espaço localizado no pátio da Cultura, levando à desistências de alguns grupos.

  • 15/02/2019 09:51:51

    Colectivo de artes Eliandjo retrata problemas sociais em teatro

    Huambo - Cenas relacionadas com a infertilidade, delinquência juvenil e infidelidade nos lares, das quais resultam em violência doméstica, serão retratadas no festival de teatro, que acontece entre os dias 16, 17, 23 e 24 do mês em curso, na cidade do Huambo, numa iniciativa do colectivo de artes Eliandjo.