Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

17 Maio de 2019 | 16h26 - Actualizado em 17 Maio de 2019 | 17h19

Ministra da Cultura lança campanha sobre Mbanza Kongo

Luanda - A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, procedeu, nesta sexta-feira, no Aeroporto Internacional de Luanda, ao lançamento da campanha de divulgação do Centro Histórico de Mbanza Kongo, inscrito em 2017 como Patrimómio Mundial da Humanidade, no âmbito da realização do FestiKongo, que acontece de 05 a 08 de Julho próximo na província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Carolina Cerqueira, Ministra da Cultura

Foto: Cedida

Na  área de chegadas do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro estão expostas cinco telas em "Leds" que a cada dois minutos transmitem, durante 30 segundos, aspectos relacionados com o sítio histórico, com destaque para as ruínas do Kulumbimbi, por ser o principal ponto turístico do património.

De acordo com Carolina Cerqueira, este acto se insere no quadro do programa de marketing e informação dirigida à opinião pública internacional e nacional sobre Mbanza Kongo e será alargado em outros meios de divulgação, nomeadamente em outdoors, televisões, rádios, transportes públicos, entre outros.

Explicou que o aeroporto é uma das principais portas de entrada do país, daí a necessidade de mostrar aos visitantes e não só as imagens que retratam um pouco da realidade e da história de Mbanza Kongo, bem como do FestiKongo, importante evento que se realizará nos próximos dias.  

Festikongo

O FestiKongo, de acordo com a governante, será a mostra de toda a riqueza e diversidade cultural do povo Kongo, que inclui naturalmente os países limítrofes que faziam parte do antigo Reino do Kongo, nomeadamente as Repúblicas do Congo, Democrática do Congo e do Gabão.

Durante quatro dias serão realizadas palestras, workshops, feiras, festivais, passeios e intercâmbios culturais que estão agendados dentro da recomendação da UNESCO aprovada aquando da elevação da cidade de Mbanza Kongo como Património Mundial da Humanidade.

Carolina Cequeira anunciou que foram convidados vários peritos para participarem das actividades e que já existe apoio institucional de vários organismos do Estado, bem como o envolvimento directo do Chefe de Estado, João Lourenço, que está a acompanhar e a incentivar a realização do FestiKongo com vista ao seu sucesso.

O projecto de inscrição de Mbanza Kongo na lista da UNESCO foi lançado em 2007, nesta cidade, por altura da realização de uma Mesa Redonda Internacional. A sua inclusão na lista do património mundial foi efectivada durante a 41ª sessão do Comité deste órgão, que decorreu de 2 a 12 de Julho de 2017, em Cracóvia, Polónia.

Leia também