Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

23 Setembro de 2019 | 11h27 - Actualizado em 23 Setembro de 2019 | 12h22

Primeiro-ministro britânico responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Londres - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou hoje o Irão de ser, muito provavelmente, responsável pelos ataques às duas instalações petrolíferas na Arábia Saudita, informou a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Boris Johnson, Primeiro-Ministro Britânico (Foto arquivo)

Foto: Divulgação

"Posso dizer que o Reino Unido atribui ao Irão, com muito alto grau de probabilidade, os ataques à Aramco (a gigante petrolífera saudita) ", disse o líder conservador a bordo de um avião a caminho de Nova Iorque para participar na Assembleia Geral das Nações Unidas.

Durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, Boris Johnson deverá encontrar-se com o Presidente iraniano, Hassan Rohani.

No dia 13 de Setembro, rebeldes huthis reivindicaram ataques de ‘drones’ na Arábia Saudita, que resultaram na redução da produção de petróleo no reino em 5,7 milhões de barris por dia, ou seja, 6% da produção mundial.

A Arábia Saudita acusa o Irão de ser responsável pelos ataques.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, que visitou a Arábia Saudita na quarta-feira, falou em "acto de guerra" por parte do Irão.

Assuntos Diplomacia  

Leia também
  • 23/09/2019 11:14:50

    Secretário de Estado dos EUA vai reunir com homólogo russo na ONU

    Nova Iorque - O chefe da diplomacia americano, Mike Pompeo, deve reunir-se hoje com o seu homólogo russo, Sergei Lavrov, à margem da Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque , anunciou neste domingo o Departamento de Estado, anunciou a AFP.

  • 23/09/2019 09:23:30

    Irão ordena libertação de petroleiro britânico 'Stena Impero'

    Teerão - O petroleiro com bandeira britânica 'Stena Impero', retido desde Julho passado no Irão, foi libertado e espera-se que parta em breve, informou hoje a organização de portos e navegação da província iraniana de Hormozgan, citado pela Lusa.

  • 20/09/2019 13:07:17

    Trump suspeito de fazer "promessa preocupante" a líder da Ucrânia

    Nova Iorque - Um agente dos serviços secretos dos Estados Unidos fez uma denúncia sobre uma conversa telefónica do presidente dos EUA, Donald Trump, com o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, na qual teria pedido para que investigasse casos que pudessem atingir os seus adversários políticos.