Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

31 Maio de 2019 | 10h34 - Actualizado em 31 Maio de 2019 | 10h34

Detido comandante de navio que colidiu com barco em Budapeste

Budapeste - O comandante do navio que colidiu com a embarcação de turismo, que se afundou no rio Danúbio, em Budapeste, causando pelo menos sete mortos, foi detido pelas autoridades, anunciou hoje a polícia húngara citada pela Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

As autoridades referem, em comunicado divulgado no seu sítio oficial na internet, que o homem, de nacionalidade ucraniana, de 64 anos, é suspeito de ter colocado em perigo o transporte fluvial, causando um acidente mortal em massa.

Até ao momento, apenas sete das 35 pessoas a bordo, que incluíam 33 sul-coreanos, sobreviveram ao incidente perto do parlamento húngaro. Sete mortos estão já confirmados, existindo 21 desaparecidos.

O navio, que realizava uma excursão com 33 turistas sul-coreanos, foi abalroado por outro barco de maior porte no Danúbio, na quarta-feira à noite, e acabou por se afundar junto à ponte Margit, perto da Catedral de Budapeste.

O acidente ocorreu, segundo a polícia, às 21:05 locais (20:05 em Angola). O barco que naufragou também levava dois tripulantes húngaros, que estão desaparecidos.

A polícia húngara divulgou também hoje que o barco de turismo virou-se de lado e afundou em cerca de sete segundos.

As autoridades disseram que nenhum dos corpos foi encontrado a usar coletes salva-vidas.

A Coreia do Sul já anunciou o envio de pessoal especializado para ajudar a Hungria nas operações de busca e resgate das vítimas.

Assuntos Polícia  

Leia também
  • 16/05/2019 15:40:01

    Polícia francesa leva ex-chefe da ETA a depor à justiça

    Sallanches - O ex-dirigente da ETA José Antonio Urrutikoetxea, conhecido como Josu Ternera, detido nesta quinta-feira na França, foi levado à cidade de Bonneville para prestar depoimento a um juiz, segundo confirmaram à Agência EFE fontes da Polícia legal.

  • 16/05/2019 15:06:28

    Desmantelada rede cibercriminosa que roubou 100 milhões à milhares de vítimas

    Haia - As polícias europeia e americana anunciaram nesta quinta-feira que desmantelaram uma rede mundial de cibercriminosos que roubou 100 milhões de dólares a milhares de vítimas em todo o mundo utilizando um malware russo.

  • 16/05/2019 10:05:52

    Detido em França líder político histórico da ETA

    Madrid - O ex-chefe político da ETA José Antonio Urrutikoetxea Bengoechea foi detido em França pela Guarda Civil espanhola em colaboração com a Direcção-Geral de Segurança francesa, noticiou esta quinta-feira toda a imprensa espanhola.