Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

10 Junho de 2020 | 16h03 - Actualizado em 12 Junho de 2020 | 14h34

Covid-19: Instituto Superior adopta medidas de segurança

Huambo - O Instituto Superior Politécnico de Humanidades e Tecnologias - Ekuikui II (ISUPE), adstrito à Universidade Lusófona de Portugal, está a adoptar um conjunto de medidas de segurança, para evitar possíveis contágios de Covid-19, em caso do reinício das aulas a 13 de Julho próximo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cidade do Huambo

Foto: Cedida

Huambo: Licenciados do ISUPE (Arquivo)

Foto: Júlio Vilinga

Conforme o Decreto Presidencial, a retoma das aulas está prevista para 13 de Julho para o ensino superior e segundo ciclo do ensino secundário, posteriormente o ensino primário, dependendo, no entanto, da evolução da pandemia no país.

As instituições de ensino são também orientadas a garantir condições para o distanciamento físico, à entrada e dentro do edifício escolar.

Neste contexto, o ISUPE, segundo o administrador-delegado da instituição universitária, Carlos Brito, em declarações hoje, quarta-feira, à ANGOP, vai implementar um sistema próprio de ensino à distância, através de vídeo-conferências em salas separadas, capazes de permitir a interacção entre alunos e professores.

Referiu que outro método a ser adoptado está relacionado com a gravação das aulas, de modo a permitir que os alunos visualizem mais tarde e, com isto, evitar-se-á aglomeração da comunidade estudantil nas salas de aula.

O responsável informou ainda que, entre as medidas de segurança, estão a ser montadas ferramentas para a lavagem frequente das mãos logo à entrada do edifício e sinalética dos corredores, para evitar a circulação desnecessárias de professores e alunos, que deverão ser supervisionados por uma equipa criada.

Para além do distanciamento físico, a permanência dos alunos e professores estará interdita na sua totalidade, devendo os mesmos usar máscaras, desde o portão até ao abandono da instituição, com despistes da temperatura nos três turnos (manhã, tarde e noite), enquanto a higienização das salas de aula deverá ser feita em cada intervalo.    

Localizado no centro da cidade do Huambo, o Instituto Superior Politécnico de Humanidades e Tecnologias – Ekuikui II funciona num edifício de quatro andares, com 36 salas de aula.

Na província do Huambo, antigo Centro Académico Angolano, estão em funcionamento, além do ISUPE, o Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), as faculdades de Medicina, de Ciências Agrárias (FCA), de Direito, de Economia, de Medicina Veterinária e o Instituto Superior Politécnico, os Institutos Superiores Sol Nascente (do município da Caála), Lusíada e Católico.  

Leia também
  • 08/06/2020 14:34:53

    Ensino Superior e PNUD apostam em incubadoras tecnológicas

    Luanda - A criação de mecanismos de apoio ao fomento de startups e incubadoras de empresas de base tecnológicas constam, dentre os objectivos, do memorando assinado, nesta segunda-feira, entre o Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) e o Programa das Nações Unidades para o Desenvolvimento (PNUD).

  • 06/06/2020 16:26:26

    Covid-19: Instituições de ensino instalam pontos de higienização

    Malanje - Vários pontos de higienização estão a ser instalados nas instituições do ensino superior na província de Malanje, com vista a proporcionar condições de lavagem regular das mãos por parte dos funcionários e estudantes.

  • 26/05/2020 15:30:16

    Retoma das aulas obrigará abertura do Campus de Saúde da UJES

    Huambo - A possível retomada das aulas no ensino superior, prevista para 13 de Julho, obriga a abertura do futuro Campus de Saúde da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), em construção desde 2013, no bairro do Cambiote, para responder aos desafios da redução do número de estudantes por turmas, no quadro das medidas de prevenção da Covid-19.