Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

06 Fevereiro de 2020 | 16h56 - Actualizado em 07 Fevereiro de 2020 | 10h31

Comunidade do Gama ganha novas salas de aula

Catumbela - Mil mil e quatrocentos e quarenta alunos do ensino primário da comuna do Gama, município da Catumbela, província de Benguela, ganharam, nesta quinta-feira, 20 novas salas de aula.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: Alunos da escola primária e secundária da comuna do Gama

Foto: José Honório

Benguela: Inauguração da escola primária e secundária da comuna do Gama

Foto: José Honório

Com estas salas de aula aumenta para 28 o número de compartimentos na localidade e o de estudantes matriculados no ensino primário e secundário para dois mil e 420 alunos.

As novas salas de aula foram edificadas no âmbito de uma parceria entre a organização não-governamental Rise Angola e a administração municipal da Catumbela.

Em declarações à imprensa, a directora do estabelecimento de ensino, Cristina Faria, referiu como ainda ganho a inclusão do I ciclo do ensino secundário.

Explicou que a unidade terá 45 alunos por cada turma e vai funcionar como Complexo Escolar Primário e I Ciclo BG-0024 do Gama, razão pela qual absorveu parte dos alunos das salas anexas à escola Lúcio Lara.

A gestora diz estarem disponíveis 50 professores para o ensino primário, em regime de monodocência, na iniciação, 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª classes, para além de 12 docentes para o I ciclo, nomeadamente 7ª, 8ª e 9ª classes.

Professores e alunos motivados

Depois de ter leccionado uma turma da 3ª classe debaixo de uma árvore, em 2019, a professora Núrcia Cambala mostra-se radiante pela transformação da escola e acredita no aumento dos índices motivacionais dos alunos, que deixarão de trazer cadeiras de casa ou sentar no chão, uma vez que as salas de aula estão apetrechadas com carteiras e quadros.

Opinião semelhante tem a educadora Henriqueta Cardoso, que salienta que tanto os professores quanto os alunos passaram por muitas peripécias ao longo dos anos. “Sofremos com poeira e quando chovesse não havia aulas debaixo das árvores”.

“Este ano estamos bem instaladas. Todas as salas estão com carteiras, quadros novos. Tudo bonito”, expressou a professora.

Já os alunos Adelino Gaspar, Avelino Nunes e Esperança Chombe, com 12 e 14 anos de idade,  admitem que as salas de baixo de arvores já pertencem ao passado e mostram-se mais motivados.

As obras de ampliação da infra-estrutural social, em menos de um ano, foram financiadas pelo projecto Educate a Child, na ordem dos 48 milhões de Kwanzas,  pela petrolífera americana Exxon Mobil e pela organização não-governamental Rise International, sendo que a administração municipal da Catumbela comparticipou com 12 milhões de kwanzas.

Leia também
  • 29/01/2020 09:38:09

    Kalombinda terá escola primária este ano

    Casseque - Uma escola do ensino primário, com capacidade para 500 alunos em dois turnos, está a ser erguida na aldeia de Kalombinda, comuna do Casseque, no município da Ganda, província de Benguela.

  • 24/01/2020 11:58:16

    Lobito aglutina oito escolas

    Lobito - Oito escolas primárias com poucas salas de aulas, nas comunidades rurais do interior do município do Lobito, província de Benguela, foram aglutinadas a outros estabelecimentos de ensino, no âmbito da requalificação da rede escolar no país, aprovada pelo Ministério da Educação.

  • 23/01/2020 19:02:36

    Lobito enquadra mais de 30 mil novos alunos

    Lobito - As escolas primárias e secundárias do município do Lobito, província de Benguela, poderão absorver neste ano lectivo 30 mil e 234 novos alunos da iniciação, 1ª, 7ª e 10ª, classe, incluindo os da alfabetização.