Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

22 Janeiro de 2020 | 12h34 - Actualizado em 22 Janeiro de 2020 | 12h33

Lucapa ganha 61 novas salas de aula

Lucapa - Seis escolas de quatro, sete, 10, 12 e 18 salas de aula, perfazendo um total de 61, estarão concluídas e disponíveis no presente ano lectivo, no município de Lucapa, província da Lunda Norte.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lucapa ganha 61 novas salas de aulas (arquivo)

Foto: Angop

De acordo com a administradora municipal de Lucapa, Maria Muagita, as escolas de sete e 12 salas, serão erguidas no âmbito do Plano Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM) e vão custar aos cofres do estado, mais de 800 milhões de kwanzas.

Os concursos públicos e os referidos contratos para a adjudicação das referidas escolas, já foram feitos e aguarda-se apenas pela disponibilização de verbas para o início da empreitada ainda este ano.

Já a de 18 salas, que será um Instituto Médio Politécnico, em construção desde 2018, no âmbito do financiamento dos Eurobond’s, a administradora garante que a mesma estará concluída no primeiro semestre deste ano, se tudo correr como o previsto.

As outras três escolas, sendo duas de dez salas cada e uma de quatro, em construção no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP), encontram-se em fase de conclusão e podem entrar em funcionamento ainda no primeiro trimestre deste ano.

Apesar destas empreitadas, o município precisa ainda de 40 novas salas de aulas para fazer a cobertura da rede escolar.

O município conta actualmente com mais de 100 salas de aulas, assegurados por 472 professores em todos os subsistemas de ensino.

Benguela

Pelo menos vinte e uma novas salas de aulas entram em funcionamento no presente ano lectivo no município da Ganda (Benguela), para albergar mil e 830 alunos, dos dez mil fora do sistema de ensino, afirmou o director da repartição municipal de Educação local, Afonso Sapalo.

Em declarações hoje à Angop, o responsável avançou que as salas de aulas resultaram da ampliação de uma escola do ensino primário na sede municipal, e da construção de uma na povoação de Karangolo (Casseque) e outra do Colégio das irmãs da Igreja Católica no Bairro do Indongo (Ganda), cujas duas últimas serão inauguradas nos próximos dias.

Afonso Sapalo revelou que, com estes novos empreendimentos, o sector da Educação vai funcionar no presente ano lectivo no município, com um total de mil e 500 salas de aulas, para atender cerca de 98 mil alunos do ensino primário ao II ciclo de formação geral matriculados e assegurados por 2.835 professores.

O sector da Educação possui actualmente na Ganda 210 escolas, sendo 194 do ensino primário, 11 do primeiro ciclo e cinco do II ciclo, extensivas as comunas da Chikuma, Babaera e Missão Católica do Dunde (salas anexas), destes 25 por cento de construção definitiva.

Por outro lado, a comuna da Gama, no município da Catumbela (Benguela) ganha igualmente no presente ano lectivo, 20 novas salas de aulas, no âmbito da reabilitação da escola primária BG0024.

De acordo com o director municipal da Educação na Catumbela, Carlos Sapato Tolosso, as novas salas vão juntar-se a oito outras entregues no ano passado.

Sem avançar o número de alunos matriculados e de professores no município, o responsável sublinhou que o município tem actulamente 53 escolas nas quatro comunas, sendo Biópio, Gama, Praia do Bebé e Catumbela sede.

Leia também
  • 15/01/2020 14:23:39

    Falta de professores condiciona implementação de novos cursos

    Dundo - A falta de professores especializados condiciona a implementação dos cursos de anatomia patológica, nutrição, ortoprotese, oftalmologia e saúde dentária, bem como limita o número de vagas na Escola Técnica de Saúde da Lunda Norte.

  • 09/01/2020 20:50:22

    Responsável advoga aposta na formação de professores

    Benguela - A vice-governadora provincial para o sector Político, Social e Económico de Benguela, Deolinda Valiangula, defendeu, nesta quinta-feira, maior aposta na capacitação de professores, principalmente do ensino primário, para elevar as suas competências profissionais.

  • 09/01/2020 13:35:55

    Caungula prioriza alargamento da rede escolar

    Dundo - A nova administradora municipal de Caungula, Encarnação Agostinho, disse hoje (quinta-feira) que vai priorizar o alargamento da rede escolar, sobretudo nas comunidades rurais, a melhoria do fornecimento de energia eléctrica e de água potável.