Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

13 Outubro de 2018 | 23h54 - Actualizado em 13 Outubro de 2018 | 23h54

Fórum da Educação quer posto de socorros para casos de desmaio em escolas do Lobito

Lobito - A necessidade da criação de postos de primeiros socorros para os casos de desmaios em massa que afectam alunos de várias escolas primárias e secundárias da cidade do Lobito, província de Benguela, é uma das recomendações do Fórum Municipal da Educação, que encerrou neste fim-de-semana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Alunos numa sala de aulas (arquivo)

Organizado pela Repartição Municipal da Educação do Lobito, a iniciativa reúne os directores das escolas primárias e secundárias públicas e privadas da localidade, bem como outros actores sociais, a fim de analisar os desafios em torno do processo de ensino-aprendizagem e traçar estratégias para a sua melhoria.

Preocupado com esse misterioso fenómeno, o Fórum da Educação apelou ao empenho dos directores dos estabelecimentos de ensino na criação de postos de socorro para o atendimento dos alunos vítimas de desmaios, sendo a maioria do sexo feminino.

De igual modo, o encontro concluiu ser importante que os pais e encarregados de Educação levem os filhos que tenham desmaiado nas escolas às consultas médicas com psicólogos, a fim de tratarem dos traumas.

Por outro lado, os participantes exortaram os directores escolares a prestarem especial atenção às classes de transição automática, dada a sua complexidade, assim como a pautarem sempre pelo diálogo no combate à indisciplina nas escolas, para além de evitarem o excesso de alunos por turmas.

A chefe do Departamento de Inspecção do Gabinete Provincial da Educação, Teresa Damião, que marcou presença na cerimónia de encerramento, reconheceu a relevância do fórum e espera que ajude para uma articulação eficiente a vários níveis do sector na província de Benguela.

Para a responsável, os desafios que se colocam ao país exigem competência de todos os actores da Educação, até porque é um processo crucial para transformação da nação angolana, que se quer livre dos males do analfabetismo.

A inspectora, que pede mais dedicação aos professores, alunos e encarregados de educação, encara, no entanto, a formação contínua dos directores em matéria de organização e gestão escolar como premissa para alcançar a qualidade de ensino.

Durante dois dias, o Fórum Municipal da Educação no Lobito debateu temas como a influência da linguagem do professor nas aprendizagens dos alunos, avaliações das aprendizagens, os desafios da educação no Lobito no contexto das autarquias e boas práticas pedagógicas na escola, a indisciplina na escola e gravidez precoce.

O Fórum Municipal da Educação do Lobito inscreve-se no Plano Nacional de Educação para Todos, enquadrado no programa mundial de educação para todos, uma iniciativa das Nações Unidas, lançada em Março de 1990 na Tailândia, com a realização da Conferência Mundial de Educação para Todos, visando a satisfação das necessidades básicas de aprendizagem e promover esforços no âmbito da declaração universal dos direitos humanos.

Leia também
  • 03/02/2019 22:29:23

    Benguela com condições criadas para escolarizar mais de 900 mil alunos

    Lobito - Pelo menos 930 mil e 457 alunos do ensino primário e secundário deverão retornar terça-feira próxima (05) às salas de aulas em 1.276 estabelecimentos públicos, privados e comparticipados da província de Benguela, para cumprir um calendário escolar de 180 dias lectivos.

  • 01/02/2019 21:14:20

    Escola da Centralidade do Lobito pronta para receber mais de dois mil alunos

    Lobito - Com capacidade para mais de dois mil alunos, com idades entre os cinco e 13 anos, a escola primária da Centralidade do Lobito, na província de Benguela, foi inaugurada pelo governador Rui Falcão, pouco mais de um ano desde que esta zona recebeu os primeiros moradores.

  • 31/01/2019 08:46:39

    Governo de Benguela garante mais 35 escolas no ano lectivo 2019

    Lobito - Pelo menos 35 novas escolas nos subsistemas de ensino primário e secundário poderão abrir ainda neste ano lectivo, na província de Benguela, perfazendo 383 salas de aula, disse, nesta quarta-feira, no Lobito, o governador de Benguela, Rui Falcão.

  • 26/01/2019 06:48:18

    Mais de 400 novos estudantes admitidos no Magistério do Lobito

    Lobito - Quatrocentos e quarenta estudantes foram admitidos para frequência da 10ª classe no ano lectivo de 2019, pela escola de Magistério BG-2013 comandante Kwenha, do Lobito, na província de Benguela, informou a directora do estabelecimento, Laurinda Viúme.