Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Março de 2020 | 12h57 - Actualizado em 04 Março de 2020 | 13h16

Empresarios da Huíla mobilizam investidores para alavancar turismo

Lubango - As associações empresariais da Huíla começaram a realizar contactos com investidores portugueses, dando a conhecer as potencialidades da província a fim de captar investimentos para alavancar o sector do turismo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pormenor da cidade do Lubango, capital da província da Huíla

Foto: Foto cedida

Em entrevista à Angop, o coordenador provincial da Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Huíla, Francisco Chocolate, disse que inicialmente o contactos começaram com empresários portugueses residentes em Luanda e que desejam investir na província da Huíla.

Fez saber que no dia 03 de Abril será realizado um workshop sobre "Oportunidades de Negócios na Huíla", a acontecer em Luanda, sob a égide da embaixada portuguesa em Angola, parceira nessa intenção.

Informou que participarão do evento a Associação Agro-pecuária Comercial e Industrial, Associação de Hotéis e Resorts de Angola, de  Mulheres Empresárias, Fórum Angolano de Jovens Empreendedores (FAJE), Câmara de Comércio da Huíla, Cooperativa de Criadores de Gado e a Associação Industrial de Angola, uma  equipa a ser chefiada pelo governador da Huíla.

Francisco Chocolate apontou os sectores do turismo, agricultura e da Indústria como os eleitos pelos empresários, pois hoje vive-se um grande défice  nos sectores, apesar das potencialidades da província, pelo que há necessidade do surgimento de fábricas, assim como retomar a produção de trigo.

Destacou que os industriais lamentam o facto de terem que importar trigo, de as panificadoras apresentarem constantemente preocupação de escassez do cereal, quando em tempos idos na comuna do Uaba, no município de Caconda, havia produção em grande escala e hoje neste perímetro irrigado está quase desactivado.

Entretanto, avançou que após a formação, os empresários portugueses, serão convidados a visitar a província no dia três de Maio para constatar a realidade, em termos de oportunidades para o investimento ou parcerias.

A Huíla assume-se como uma potência económica do país, sendo o turismo e a agricultura os sectores mais atractivos, onde existem mais de 100 pontos turísticos não explorados e a disponibilidade de cerca de dois milhões de hactares de terras aráveis nos seus 14 municípios.

Leia também
  • 03/03/2020 17:47:46

    ENDE reduz fornecimento de electricidade na Huíla

    Lubango - A Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) na Huíla está, desde segunda-feira, a restringir o fornecimento de energia eléctrica aos municípios do Lubango, Chibia e Humpata, devido a um défice na geração de electricidade a partir da barragem da Matala e da central térmica do Lubango.

  • 02/03/2020 16:16:49

    Cacuaco lança Projecto de Fomento Animal

    Luanda - A administração de Cacuaco lançou sábado (29) o Projecto de Fomento Animal e inaugurou um armazém comunitário, no bairro Calilongue, situado na Comuna da Funda.

  • 28/02/2020 13:42:21

    Cooperativas em Luanda beneficiam de kits de pesca artesanal

    Luanda - Oito cooperativas de pesca artesanal dos distritos urbanos da Samba e da Ingombota beneficiaram hoje (sexta-feira) de kits para actividade piscatória, numa iniciativa da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL).