Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

21 Fevereiro de 2020 | 11h07 - Actualizado em 21 Fevereiro de 2020 | 11h06

Lubango ganha este ano novos automotores ferroviários

Lubango - O município do Lubango, através do Caminho de Ferro de Moçâmedes (CFM), vai ganhar ainda neste trimestre duas Unidades Multiplas Diesel (DMU) automotoras, para o transporte urbano e interurbano de passagueiros, que poderá aumentar de 47 mil utentes/mês para mais de 200 mil.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Ottoniel Manuel - director do Instituto dos Caminhos de Ferro de Angola

Foto: Amélia Oliveira

DMU são veículos ferroviários, que podem transportar até 700 passagueiros por dia.

A informação foi avançada nesta quinta-feira, no Lubango pelo director-geral do Instituto Nacional dos Caminhos de Ferro de Angola (INCFA), Ottoniel Manuel, no final de uma visita de constatação do secretário de Estado dos Transportes Terrestres, Guido Cristovão, com a finalidade de aferir o grau de opracionalidade técnica dos transportes ferroviários na província.

O responsável destacou que com as novas locomotivas haverá uma melhoria substancial na oferta dos serviços, pois hoje têm estado a fazer o transporte de passagueiros com equipamentos voltados para o transporte de longo curso e novas unidades são específicas para o transporte urbano e interurbano.

Com os novos meios o número de passageiros sairá de 47 mil passagueiros para 235 mil/mês, o que constitui uma vantagem, não só para a empresa, mas sobretudo para os beneficiários. 

Explicou que se trata de equipamentos novos que enquandram-se num projecto macro,  integrando a rede ferroviária ligeira e abrangente as províncias de Luanda, Benguela, Huambo e Huíla. 

“Os meios ainda não estão em Angola, mas estimamos que dentro de pouco tempo vão chegar as primeiras unidades, ainda no primeiro trimestre  irão para Luanda e a sequência de outras seis serão redistribuidas para as três demais províncias”, referiu.

Por sua vez, o PCA do CFM, Daniel Quipaxe, referiu que as automotoras vão substituir as máquinas que circulam no trabalho de passagueiros em termos de transporte suburbano, o que constitui um ganho para o Lubango, pois vão aumentar os passagueiros a transportar, entre estudantes e trabalhadores, os principais beneficiários do serviço.

Actualmente o CFM faz seis comboios semanais de passagueiros, no troço Matala/Menongue, sendo três ascendentes e três descedentes. 

As DMU, fabricadas por empresas alemãs e chinesas, possuem 84  metros de comprimento e 1,3 metros de largura e podem transportar até 700 passagueiros/dia.

 

 

Leia também
  • 21/02/2020 10:49:52

    Obras no troço de Olivença custam do CFM AKz 210 milhões

    Lubango - Pelo menos 210 milhões de kwanzas é o custo total da reparação da passagem hidráulica no ramal do Caminho de Ferro de Moçâmedes na localidade de Olivença, município da Chibia, arrastada pela chuva em Dezembro último e que cortou a ligação ferroviária entre Lubango e Matala.

  • 20/02/2020 11:47:40

    Abundância de pássaros raros abre portas para avituristas

    Lubango - A abundância na zona da Tundavala, no Lubango, de espécies de pássaros raras no Mundo, com realce para as do tipo "White-headed barbet", abre portas para que observadores de aves internacionais visitem Angola e promovam o aviurismo na Huíla.

  • 18/02/2020 17:49:22

    Inadec quer mais higiene nos estabelecimentos

    Lubango - O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) na Huíla vai apostar na formação em higiene e segurança alimentar para manipuladores de alimentos, com vista a melhorar a qualidade do serviço prestado e garantir segurança aos consumidores, sobretudo no segmento da restauração.