Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Fevereiro de 2020 | 19h53 - Actualizado em 07 Fevereiro de 2020 | 19h53

Alemanha apoia Angola na redução da petrodependência

Luanda - A Chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje (sexta-feira), em Luanda, esperar que as empresas do seu país trabalhem com as angolanas nos mais variados sectores, para que Angola possa reduzir a dependência da indústria extractiva do petróleo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Chanceler Angela Merkel discursa no fórum económico Angola - Alemanha

Foto: Pedro Parente

A Chefe do Governo da Alemanha, que testemunhou a assinatura de quatro memorandos de entendimento entre os dois países, no 8º Fórum Económico Angola-Alemanha, assegurou que o seu país está disposto a apoiar os angolanos nos sectores dos recursos hídricos e das energias renováveis.

A Chanceler referiu que Angola é um dos poucos países a Sul do Sahara que tem uma situação considerada privilegiada para a Alemanha, daí o interesse em ajudar os processos de transformação em curso.

Acrescentou existirem outras sectores para cooperação que podem ser desenvolvidos, como dos transportes, finanças e outros.

Quanto às reformas em curso em Angola, como o combate à corrupção e a introdução do Imposto de Consumo Acrescentado, considerou ser um passo importante para o país.

“Estou satisfeita por estar aqui. Como membros da União Europeia vamos ajudar a encontrar um bom caminho para chegar a um bom porto”, disse Angela Markel.

Na comitiva de Angela Markel estão integradas 10 grandes empresas alemães ligadas aos sectores de electrónica, telefonia, engenharia mecânica, fornecimento de equipamentos de energia solar e outros.

Da lista de empresas que pretendem investir em Angola consta a Rolls-Royce Power Systems, a Hansa Flex - a Voith, Gebr. Knauf KG, a Andritz Hydro, John Berenberg, a Siemens e a Volkswagen.

Assuntos Economia   Investimentos  

Leia também
  • 07/02/2020 19:36:12

    Presidente convida alemães a investirem em Angola

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, convidou hoje, em Luanda, o sector privado alemão a abraçar as oportunidades de negócios que Angola oferece nos sectores da indústria, agricultura, indústria extractiva, energia e águas, turismo.

  • 07/02/2020 16:40:32

    Visita de Angela Merkel movimenta empresas alemãs

    Luanda - Dez grandes empresas da Alemanha, ligadas aos sectores de electrónica, telefonia, engenharia mecânica, fornecimento de equipamentos de energia solar e outros integram a delegação da Chanceler Angela Merkel, que se encontra em visita de trabalho a Angola.

  • 07/02/2020 11:59:10

    MOSAP apoia mil famílias na 2.ª época agrícola

    Malanje - Mil famílias de seis municípios da província de Malanje vão ser apoiadas com fertilizantes, sementes de feijão, batata-rena e milho pelo MOSAP II (Projecto de Agricultura Familiar e Comercialização), para fazer face à segunda época da campanha agrícola 2019/2020, aberta quarta-feira (5).