Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Setembro de 2019 | 18h23 - Actualizado em 07 Setembro de 2019 | 18h23

Venda de peixe fresco ganha novo mercado

Luanda - A venda de peixe fresco na Ilha de Luanda vai deixar de ser feita em bancas improvisadas e sem as condições ideais de higiene, assegurou neste sábado a ministra das Pescas e do Mar, Maria Antónia Baptista.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministra das Pescas e do Mar, Maria Antónia Baptista

Foto: Gaspar dos Santos

Centro de aApoio à Pesca Artesanal da Ilha de Luanda

Foto: Gaspar dos Santos

Na base das declarações da ministra está a reabertura hoje do Centro de Apoio à Pesca Artesanal (CAPA), uma infraestrutura com 143 bancas distribuídas por dois mercados e que está à disposição das vendedoras de peixe fresco.

Após ter inaugurado o também denominado "Mercado do Peixe", Maria Antónia Baptista afirmou que o centro vai servir de ponto de descarga de pescado trazido pelos operadores artesanais de Luanda.

"Haverá bom peixe a ser vendido no mercado com condições padronizadas de higiene”, sustentou a governante.

Na forja está uma parceria com o Governo Provincial de Luanda que visa desactivar os mercados de venda desordenada de peixe e pôr termo à comercialização ilegal deste produto na zona piscatória de Luanda.

Além de outros equipamentos, o renovado Centro de Apoio à Pesca Artesanal tem disponíveis duas câmaras de conservação (com capacidade para 40 toneladas), uma fábrica de gelo em escama, um túnel de congelação (dez toneladas), uma ponte-cais e um posto de abastecimento de combustível.

Entre as vantagens da infraestrutura, o director-geral da Empresa Distribuidora dos Produtos da Pesca (Edipescas), Rafael Pascoal, destacou o facto de juntar no mesmo local o que os pescadores precisam para a sua actividade.

Resultado de um investimento público, o Centro vai criar 143 postos de trabalho.

Infraestruturas semelhantes foram edificadas nas províncias de Cabinda, do Zaire, Bengo, de Benguela, do Cuanza Sul e Namibe.

Assuntos Angola   Economia   Pesca  

Leia também
  • 08/09/2019 02:57:43

    Falta de mercado impede aumento da produção de ovos

    Waku Kungo - Cerca de cem milhões de ovos ano é o que o projecto Aldeia Nova, situado no Waco Kungo, produz anualmente, estando impedida de aumentar a produção por falta de mercado, disse neste sábado, no Cuanza Sul, o director-geral do projecto, Kobi Trivizki.

  • 07/09/2019 17:16:59

    Sistema norte repõe fornecimento de energia

    Luanda - O fornecimento de energia no sistema norte, que alimenta dez províncias do país, está parcialmente reposto, depois do corte geral registado as 14h00 deste sábado.

  • 07/09/2019 16:34:19

    Sistema norte regista corte geral de energia

    Luanda - O sistema norte de produção de energia registou nas duas últimas horas um corte geral (black out), por causas ainda desconhecidas.