Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Novembro de 2019 | 16h49 - Actualizado em 16 Novembro de 2019 | 16h49

Malanje: Governador apela implementação da agro-indústria

Malanje - O governador de Malanje, Norberto dos Santos "Kwata Kanawa", defendeu nesta sexta-feira, na Localidade da Damba, província de Malanje, a necessidade da implementação da agro-pecuária e indústria no sector prisional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A posição foi manifestada durante abertura da campanha agrícola 2019/2020 no sector penitenciário, que prevê a preparação de 100 hectares para o cultivo de milho, mandioca e hortícolas, com vista a diversificação da produção, aumento da renda e melhoria da dieta dos reclusos.

O governante referiu que os nove mil hectares de terra aráveis, podem ser aproveitadas para o fomento da agro-indústria, uma vez que o centro prisional da Damba, conta com a capacidade humana dos reclusos.

Neste sentido, sublinhou a necessidade da criação de condições técnicas e humanas para se poder produzir o suficiente para o consumo interno e escoamento no mercado local, no âmbito da intenção do governo em reduzir a importação de culturas que constituem a dieta alimentar dos reclusos.

Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” defendeu também aposta na aquicultura, através da criação de tanques para a reprodução de peixe, face a lagoa de grande dimensão existente no perímetro da cadeia e a bacia de retenção construída recentemente para o sistema de irrigação dos campos de cultivo da Damba.

Por sua vez, o delegado provincial do Interior, Comissário António Bernardo, considerou estarem criadas as condições para o êxito do ano agrícola no sector penitenciário, prevendo o aumento da produção e inserção de mais reclusos no sistema de cultivo.

Porém, realçou que além da auto-suficiência alimentar, tudo será feito para angariação de receitas com a comercialização dos excedentes de produção, para que haja capacidade de aquisição de sementes e imputes para o melhoramento das campanhas subsequentes.

Entretanto, apelou para a intervenção institucional não só dos ministérios do Interior, mas também do Ministério da Agricultura e do Governo da Província de Malanje, para concretização desses desideratos e atingir os níveis de produtividade que se pretende.

Realçou que para além da auto-suficiência alimentar, tudo será feito para angariação de receitas através da comercialização dos excedentes de produção, por formas a que haja capacidade de aquisição de sementes e imputes para o melhoramento das campanhas subsequentes.

Entretanto, apelou para a intervenção institucional e não só dos ministérios do Interior e da Agricultura, bem como do governo da província de Malanje, para a concretização desses desideratos e atingir os níveis de produtividade que se pretende, tendo destacado a construção ainda este ano de duas estufas para a produção intensiva, sem dependência da chuva.

O estabelecimento prisional da Damba conta com dois campos de cultivo, que compreendem 9 mil hectares de terras cultiváveis e este ano contará com o envolvimento de cerca de 600 reclusos, dos mil e oito existentes, entre condenados e detidos.

Nesta altura estão já plantados 12 hectares de milho dos 100 previstos, mais 50 hectares comparativamente ao ano agrícola 2018/2019.

Leia também
  • 16/11/2019 00:31:23

    Lançamento do "Guia de Investimento", destaque da semana

    Luanda - O lançamento do Guia de Investimento, um manual de pesquisa que permite ao investidor ter acesso à informação sobre o ambiente de negócios e as oportunidades de investimentos em Angola, constituiu um dos assuntos mais relevantes da semana.

  • 15/11/2019 16:41:52

    Cangandala desqualifica concorrentes para obras de estradas

    Cangandala - Oito empresas de construção civil, que concorriam para as obras de construção de 16 pontes e a terraplanagem de 145 quilómetros de estradas, que ligam a sede do município de Cangandala às comunas de Caribo, Bembo e Kulamagia, foram desqualificadas por atropelo à lei da contratação pública.

  • 15/11/2019 14:15:00

    Angola conta com apoio da Itália para dinamizar economia

    Luanda - Angola contará com o apoio da Itália no processo de diversificação da economia, na atracção de novos investimentos e contribuir na geração de empregos, declarou hoje o vice-presidente da Câmara de Comercio de Angola-Italia, Helder Cardoso.