Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

04 Novembro de 2018 | 19h40 - Actualizado em 04 Novembro de 2018 | 19h38

Feira de literacia financeira termina com mais de 16 mil visitantes

Benguela - Dezasseis mil 928 pessoas visitaram a feira de educação financeira do Banco Nacional de Angola (BNA), de 27 de Outubro até hoje, domingo, no jardim 11 de Novembro, desta cidade, no quadro das festividades do 42º aniversário da instituição e do 31 de Outubro, Dia Mundial da Poupança.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Crianças aprendem cultura de poupança (arquivo)

Foto: Pedro Moniz Vidal

Segundo a directora geral para educação financeira do Banco Nacional de Angola, Teresa Pascoal, que presidiu a sessão de encerramento, do referido número, 16 mil 651 visitantes correspondem a crianças e o restante a adultos, em número bastante reduzido.  

Durante a feira realizaram-se também palestras para se despertar o interesse o interesse das crianças na gestão dos recursos das famílias.

Para Teresa Pascoal, esta afluência representa um sinal para o BNA, que revela que a educação financeira é um sector de prioridade indiscutível, num mundo onde o estabelecimento de regras se tornou num factor crítico para a estabilidade financeira.

Sob o lema “Construindo valores”, o BNA juntou-se, deste modo, aos diferentes bancos centrais do mundo, que desde 1973 celebram o Dia Mundial de Poupança.

“Com a realização deste certame, o Banco Nacional de Angola (BNA) pretende associar a sociedade civil numa campanha de sensibilização sobre assuntos financeiros, através de palestras, actividades lúdicas e jogos interactivos, a nível local e regional, com objectivo de promover habilidades essenciais para a gestão equilibrada das finanças pessoais”, disse.

Na mesma senda, acrescentou que a feira visou ainda transmitir conhecimentos sobre o papel do banco central e das instituições financeiras.

Para o efeito, afirmou que o BNA compromete-se a dar continuidade a esses programas de educação financeira, contribuindo no aumento dos agentes na sociedade, capazes de gerir as suas finanças de modo eficiente e equilibrado, recorrendo cada vez menos ao sector informal.

O estudante José Victorino, de 13 anos de idade, marcou presença na feira apenas hoje, último dia, mas a tempo, no entanto, de aprender sobre o surgimento do kwanza e da necessidade de se fazer poupança.

Cristina Andreia, 14 anos, outra adolescente que assistiu a sessão de encerramento, disse lamentar que o evento tenha terminado já agora, mas referiu que aprendeu que se deve poupar dinheiro e guardá-lo num banco, assim como a usá-lo apenas quando necessário.

O BNA celebrou, em 2015, um protocolo de colaboração com o sector da Educação que estabelece a inserção de conteúdos sobre educação financeira em determinadas disciplinas curriculares, mormente matemática, história, línguas portuguesa, francesa e inglesa.Esse projecto envolve 86 escolas do ensino primário e do I ciclo das 18 províncias do país.

Entretanto, o supervisor da equipa de emergência médica destacada no local, Hernani Francisco, enfermeiro superior, disse que foram registados 29 casos diversos, sendo nove de febre, seis de cefaleia, três escoriações, doenças diarreicas agudas (DDA) 1 (um), três casos de vómitos e sete de hipertensão arterial, estes últimos registados nem adultos.   

Leia também
  • 30/01/2019 11:18:42

    Agentes económicos informados sobre programa de apoio à produção nacional

    Ganda - A classe empresarial do município da Ganda, província de Benguela, foi informada, nesta terça-feira, sobre as linhas de orientação para o apoio à produção nacional, cadastramento de produtores, sua localização e espécie de produtos a produzir, assim como o pessoal envolvido no processo.

  • 30/01/2019 11:09:29

    Camponeses da Canjala e Egipto Praia apreensivos por falta de chuva

    Lobito - Os camponeses das comunas da Canjala e do Egipto Praia, interior do município do Lobito, na província de Benguela, mostram-se apreensivos devido à falta de chuva na região, o que poderá comprometer o desenvolvimento da campanha agrícola 2018/2019, apurou hoje a Angop.

  • 28/01/2019 13:31:49

    Benguela: Extensão da rede mercantil nas prioridades do sector do Comércio em 2019

    Benguela - A abertura de um Centro Logístico de Distribuição (Clod) no município da Catumbela, para atender a região Sul do país, e de lojas da rede “Poupa Lá” na cidade da Ganda, constam das prioridades da direcção provincial de Benguela do Comércio, Indústria e Recursos Minerais para este ano.

  • 21/01/2019 19:31:31

    Descapitalização dos agricultores condiciona reactivação de fazendas agrícolas

    Ganda - Das cento e 67 fazendas agrícolas controlados actualmente no município da Ganda (Benguela), apenas seis foram reactivadas, devido a alegada descapitalização dos agricultores, informou hoje, segunda-feira, o director do Gabinete Provincial da Agricultura e Florestas, José Gomes Silva.