Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

08 Agosto de 2019 | 15h55 - Actualizado em 14 Agosto de 2019 | 18h31

Basquetebol/Mundial: Razoável campanha de Angola em 1990

Luanda - Na sua segunda presença em mundiais, Angola teve campanha, de certa forma, aceitável na 11ª edição, em 1990, na Argentina, alcançando (em 8 jogos) três vitórias, até então seu maior registo em provas do género, numa altura em que a competição viu reduzido o número de participantes de 24 (edição anterior) para 16.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Selecção nacional antes do embarque para China

Foto: António Escrivão

Por Valentim de Carvalho

Campeã africana em 1989 (1º de 11 títulos), a selecção nacional sénior masculina acumulara alguma experiência a nível internacional, comparativamente a estreia (na qual obteve uma vitória em cinco jogos), e demonstrou capacidade técnico-competitiva para aplicar pela primeira vez no seu historial “chapa” cem às congéneres asiáticas da Coreia do Sul (104-93) e China (112-96), além de superar o outro representante do continente, Egipto, por 13 pontos de diferença (83-70).

Tal feito valeu ao conjunto tecnicamente orientado por Victorino Cunha o 13º lugar da classificação geral e deixou transparecer a ideia de que estava a emergir um “actor activo” do basquetebol no contexto das nações.

Aníbal Moreira, José Carlos Guimarães, Paulo Macedo, Jean Jacques, David Dias, Necas e companheiros resistiram a uma fase de grupos (A) menos conseguida ante adversários claramente superiores, com créditos firmados na época, como a Jugoslávia, que viria a se sagrar campeã, Porto Rico e Venezuela, chegando à etapa seguinte da competição com três derrotas em igual número de partidas, mas não baixaram a cabeça.

O conjunto nacional ofereceu réplica: (75-78 frente aos porto-riquenhos), (77-83 ante os venezuelanos) e 79-92 diante da poderosa formação jugoslava, na qual figuravam estrelas como Drazan Petrovic, Vlade Divac e Tony Kukoc (este último considerado MVP do torneio), que não pouparam sequer os Estados Unidos, nas meias-finais, e a União Soviética, na final.

Com 86 pontos de média por jogo, a selecção angolana voltou a equilibrar os desafios na fase das classificativas diante da Itália (78-86) e sobretudo frente ao Canadá (80-82), antes de obter os triunfos acima referenciados, totalizando em oito jogos 688 pontos convertidos, 680 consentidos, três vitórias e cinco derrotas.

No capítulo individual, o seu melhor jogador, Jean Jacques Conceição, figurou entre os grandes ao ocupar o 13º lugar em percentagem de pontos por partidas, com 18 pontos, no quadro dos 50 mais bem sucedidos neste item das estatísticas, liderado pelo brasileiro Óscar Smith.

O poste angolano ficou somente dois lugares abaixo do MVP, Tony Kukoc (11º com 18.4 pontos por jogos) e superou figuras como o norte-americano Alonzo Mourning (20º/16.3) e o canadiano Rick Fox (38º/12.3), que pouco tempo depois fizeram história na NBA, enquanto os extremos Manuel Sousa “Necas” e José Carlos Guimarães posicionaram-se em 39º e 48º com percentagens de 12.3 e 11.4 pontos por jogo.          

Com seis dos representantes da anterior edição, a selecção nacional contou no mundial de 1990, na Argentina, com a integração do “gigante” Ivo Alfredo (2.04 metros de altura e 120 quilogramas de peso), dos triplistas Herlander Coimbra e Victor de Carvalho, o base Ademar Barros, o extremo-poste Ângelo Victoriano e o poste Nelson Sardinha.

Paulo Macedo, Necas, Aníbal Moreira, David Dias, José Carlos Guimarães e Jean Jacques da Conceição fizeram o “bis”, na prova ganha pela Jugoslávia. A União Soviética e os Estados Unidos da América, por esta ordem, completaram o pódio, enquanto o Egipto ficou na 16ª e última posição.

Assuntos Basquetebol  

Leia também
  • 13/08/2019 19:59:54

    Desporto Adaptado: Cabinda vence Bié

    Cuito - O Misto de Cabinda de basquetebol em cadeira de roda venceu hoje (terça-feira), no Cuito, a sua congénere do Bié, por 45-39, em partida da (série B) primeira jornada do campeonato nacional da categoria.

  • 13/08/2019 19:31:41

    Basquetebol: Nova geração recupera créditos em Indianápolis

    Luanda - Renovada em 83 por cento no que concerne a mundiais, a selecção angolana de basquetebol assinalou o regresso a este "convívio" na 14ª edição, em Indianápolis (Estados Unidos da América), em 2002, após ter falhado a prova anterior, em 1998, na Grécia, numa competição em que Mário Palma e comandados não quiseram deixar a reputação do país à mercê da última prestação.

  • 13/08/2019 16:13:42

    NBA: Bruno Fernando pode estrear-se em Outubro

    Luanda - A equipa dos Atlanta Hawks, onde actua o angolano Bruno Fernando, estreia-se na temporada 2019/20 no dia 24 de Outubro, diante dos Detroit Pistons, de acordo com o calendário divulgado pela Associação Nacional de Basquetebol (NBA).

  • 12/08/2019 16:55:26

    Basquetebol/Mundial1994: Pior prestação de Angola

    Luanda - A terceira presença de Angola na maior competição de basquetebol a nível do mundo, 12ª edição "Canadá1994", constituiu-se no pior registo da sua história, pois a selecção nacional sénior masculina acabou por comprometer a imagem até então construída, ao ocupar a 16ª e última posição da tabela classificativa.