Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

02 Outubro de 2019 | 22h57 - Actualizado em 02 Outubro de 2019 | 22h57

Tribunal mantém prisão de candidato presidencial na Tunísia

Túnis - A Câmara de Acusação do Tribunal de Apelação de Túnis rejeitou, terça-feira à tarde, o pedido de libertação de Nabil Karoui, candidato do partido Qalb Tounés, qualificado para a segunda volta das eleições presidenciais antecipadas, na Tunísia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A decisão foi anunciada por Mounir Ben Salha, membro do colectivo de defesa de Karoui,  detido a 23 de Agosto último por acusações ligadas à evasão fiscal e branqueamento de dinheiro.

O Tribunal já tinha rejeitado, a 5 de Setembro último, um primeiro pedido de libertação, antes do adiamento da audiência programada para a 25 do mesmo mês, devido à greve dos magistrados.

O candidato Karaoui anunciou que vai interpor recurso contra os resultados da segunda volta das presidenciais, devido à ausência de equidade e de igualdade de oportunidades com o seu opositor, o candidato independente Kais Saied, líder da primeira volta, se não o libertarem para levar a cabo a sua campanha eleitoral.

O tribunal administrativo pode anular os resultados das eleições presidenciais, se o candidato Nabil Karoui, mantido em detenção durante a campanha, depositar recursos contra os resultados da segunda volta, indica fonte autorizada.

Assuntos África  

Leia também