Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

23 Setembro de 2019 | 10h59 - Actualizado em 23 Setembro de 2019 | 11h09

Exército nigeriano promete sanções graves a cúmplices de terroristas

Abuja, Nigéria - Cidadãos da região nordeste da Nigéria que escondem terroristas de Boko Haram e da Província Islâmica da África Ocidental (ISWAP, sigla em inglês) ?sofrerão graves consequências?, advertiu o exército nigeriano citado pela PANA.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Nigéria

Foto: Divulgação

O ataque dos militares em esconderijos dos terroristas na região do Lago Tchad e no norte de Borno (nordeste) levou-os a fugirem para se abrigarem, avisou no fim-de-semana o porta-voz do exército, coronel Ado Isa, aludindo a “pessoas sem escrúpulos que dão guarida aos terroristas".

"Fizemos esforços concertados para rechaçarmos e desmascararmos os criminosos em fuga. É importante informarmos e advertirmos a todos os que acolhem estes fugitivos a fim de os denunciarem ou os entregarem imediatamente às tropas. Se não o fizerem, as consequências serão graves”, insistiu.

O exército anunciou, na mesma ocasião, ter morto sete comandantes proeminentes dos terroristas, graças aos esforços combinados da artilharia e a bombardeamentos aéreos em supostos esconderijos do antigo Boko Haram/ISWAP, na região do Tumbus, do Lago Tchad.

A operação neutralizou também vários bandidos, nomeadamente comandantes proeminentes.

Assuntos Conflito   Nigéria  

Leia também